Núcleo urbano da cidade do Funchal

IPA.00030131
Portugal, Ilha da Madeira (Madeira), Funchal, Funchal (Sé)
 
Núcleo urbano sede municipal, capital de região autónoma. Cidade situada em costa marítima. Vila moderna de jurisdição régia (capitania-donataria).
Número IPA Antigo: PT062203100203
 
Registo visualizado 2445 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Cidade  Cidade moderna  Cidade fortificada  Régia (D. Manuel)

Descrição

Acessos

ER101, Estrada da Liberdade, Estrada Monumental, Rua 5 de Outubro

Protecção

Categoria: CAVR - Conjunto Arquitectónico de Valor Regional, Decreto Legislativo Regional n.º 21/86/M, DPORT, de 02 outubro 1986 (Zona Velha da Cidade) / Inclui Forte de Santiago (v. PT062203040019), Capela do Espírito Santo (v. PT062203040012), Capela de São Filipe (v. PT062203040021), Imóveis n.º 33-A, 34, 35 da Rua dos Barreiros, Pelourinho do Funchal (v. PT062203080003), Igreja e Mosteiro de Santa Clara (v. PT062203080005), Quinta das Cruzes (v. PT062203080020), Colégio de São João Evangelista (v. PT062203080006), Capela de São Paulo (v. PT062203080011), Forte de São João Baptista (v. PT062203080017), Palácio de São Pedro (v. PT062203080030), Igreja de São Pedro (v. PT062203080031), Sé do Funchal (v. PT062203100001), Palácio de São Lourenço (v. PT062203100004), Casa da Alfândega (v. PT062203100007), Casa de Dona Mécia (v. PT062203100008), Paço Episcopal e Capela anexa (v. PT062203100013), Palácio da Torre Bela (v. PT062203100014), Palácio dos Cônsules (v. PT062203100015), Palácio dos Ornelas (v. PT062203100016), Forte do Ilhéu (v. PT062203100018), Museu Vicentes (v. PT062203100032), Capela de Santa Catarina (v. PT062203100033), Teatro Baltazar Dias (v. PT062203100034), Edifício da Madeira Wine (v. PT062203100086) e Hospício Princesa Dona Amélia (v. PT062203100085)

Enquadramento

Urbano, implantado em costa marítima. A cidade do Funchal localiza-se na costa sul da ilha da Madeira, numa baía ampla delimitada pela Ponta da Cruz a O. e a Ponta do Garajau a E. O núcleo urbano desenvolve-se a partir da linha de água, crescendo para o interior pela escarpa, condicionada pelas ribeiras de Santa Luzia e de João Gomes no centro da cidade e pela ribeira de São João a O. O concelho do Funchal é composto por 10 freguesias: Imaculado Coração de Maria, Monte, Santa Luzia, Santa Maria Maior, Santo António, São Gonçalo, São Martinho, São Pedro, São Roque, Sé, e limitado pelos concelhos de Santana a N., Machico a NE., Santa Cruz a E. e Câmara de Lobos O.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Não aplicável

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Séc. 16 / 17 / 18 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1419 - descoberta oficial da ilha Madeira; 1420 - reconhecimento sistemático do território, sendo a ilha dividida em três capitanias-donatarias (Funchal, Machico e Porto Santo); 1433, 26 setembro - doação régia ao Infante D. Henrique das ilhas da Madeira, Porto Santo e Desertas; 1450 - confirmação de João Gonçalves Zarco como capitão donatário do Funchal pelo infante D. Henrique; Santa Maria do Calhau era apenas um aglomerado urbano povoado de artesãos; 1451 - concessão de carta de foral pelo Infante D. Henrique; 1455 - Alvise Cadamosto, na sua primeira expedição à costa atlântica de África, registou as actividades económicas da Madeira, que se centravam na produção, para exportação, de trigo, açúcar, vinho e madeira (cedro e teixo), assim como na criação de gado; séc. 15 - repartição da Madeira em sesmarias de posse hereditária; séc. 15, 2ª metade - a cultura da cana-do-açúcar ganha importância, tornando-se a principal produção da ilha, tornando-se o Funchal um porto obrigatório nas rotas comerciais; séc. 15 - D. Manuel, ainda duque de Beja, incentiva o crescimento da vila, determinando a construção dos paços do concelho e dos tabeliães e o envio do pelourinho (v. PT062203080003); 1493 - construção da catedral (v. PT062203100001) no Campo do Duque (v. PT062203100109); 1508 - elevação do Funchal a cidade; 1515 - D. Manuel I manda construir as novas casas da Alfândega (v. PT062203100007); séc. 16 - perda de importância estratégica da Madeira na sequência da expansão marítima portuguesa e do decréscimo da produção de açúcar; séc. 16, finais - o esvaziamento da ilha dos seus governantes, para ocuparem cargos no norte de África, Índico e América, leva ao seu enfraquecimento culminado no seu saque, por tropas francesas, em 1566; com a intervenção da corte, a Madeira recupera importância estratégica; 1567 - planta do Funchal de Mateus Fernandes, mestre das obras reais na Madeira; 1640 - a Madeira ficou entregou a um governador e capitão-general, na sequência da Restauração; séc. 17/18 - o vinho torna-se a produção mais importante da ilha; na sequência dos tratados comerciais com a Inglaterra, estabelecem-se vários comerciantes ingleses; 1768/1772 - o almirante Cook faz escala na Madeira, transformando-se a ilha num local de passagem das viagens inglesas; 1834 - extinção do cargo de governador da Madeira; séc. 19, final/séc. 20, início - a Madeira torna-se num locais de vilegiatura da aristocracia europeia.

Dados Técnicos

Não aplicável

Materiais

Não aplicável

Bibliografia

ARAGÃO, António, Para a história do Funchal, 2ª edição revista e aumentada, Funchal, Secretaria Regional do Turismo e Cultura, Direcção Regional do Assuntos Culturais, 1987; DIAS, Pedro, Arte de Portugal no mundo, Madeira, Público, Lisboa, 2008, vol. 2; FERNANDES, José Manuel, Cidades e Casas da Macaronésia, FAUP, Porto, 1996; MARQUES, A. H. de Oliveira, GONÇALVES, Iria, ANDRADE, Amélia Aguiar, Atlas das Cidades Medievais Portuguesas (Séculos XII-XV), Lisboa, Centros de Estudos Históricos da Universidade Nova de Lisboa, 1990, vol. I; PACHECO, Hélder, coord., Madeira: Paisagem e Memória ao Sabor do Mar, Barcelos, Companhia Editora do Minho, 1991; PEREIRA, Eduardo, Ilha de Zargo, 4ª edição, Funchal, Câmara Municipal do Funchal, 2 vol.; Roteiro Histórico Turístico da cidade, Funchal, Câmara Municipal do Funchal, 1997.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DRML, Arquivo pessoal de Guilherme Faria da Costa; Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro: Planta do Funchal de Mateus Fernandes, 1567; Museu da Cidade do Funchal: Plan of the Town of Funchal, Captain Skinner, 1775; DRAC; AHM: Mapa da Cidade do Funchal, Paulo Dias de Almeida, s.d.; BNP; SGL; DGOTDU, Arquivo Histórico : Plano de Urbanização do Funchal - Programa - Estado Actual - Previsões - Plano Regulador, Arq. urb. João Guilherme Faria da Costa e Eng. Jorge Carvalho de Mesquita, 1959; Planta in MARQUES, A. H. de Oliveira, GONÇALVES, Iria, ANDRADE, Amélia Aguiar, Atlas das Cidades Medievais Portuguesas (Séculos XII-XV), Lisboa, Centros de Estudos Históricos da Universidade Nova de Lisboa, 1990, vol. I, p. 96.

Documentação Fotográfica

IHRU: SIPA, DGEMN/DSID, DRML, Arquivo pessoal de Frederico George; Arquivo Histórico da Madeira; DRAC

Documentação Administrativa

IHRU: Arquivo pessoal de Guilherme Faria da Costa; Arquivo Histórico da Madeira; DRAC; DGOTDU: Arquivo Histórico (Plano de Urbanização do Funchal - Programa - Estado Actual - Previsões - Plano Regulador, Arq. urb. João G. Faria da Costa e Eng. Jorge Carvalho de Mesquita, 1959).

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Anouk Costa 2011

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login