Piscina da Praia das Maçãs

IPA.00025559
Portugal, Lisboa, Sintra, Colares
 
Arquitectura desportiva, novecentista. Piscina
Número IPA Antigo: PT031111110502
 
Registo visualizado 1237 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Desportivo  Piscina desportiva  Piscina desportiva artificial  

Descrição

Complexo desportivo constituído por zona distintas de uso desportivo, recreativo e habitacional. Este conjunto é marcado pelo edifício principal com restaurante, discoteca e balneários e pelo acesso à zona das piscinas e aos apartamentos de aluguer sazonal. Edifício principal: de planta em forma de concha tendo o seu vértice orientado a E. é constituído por 2 pisos (que acompanham o declive do terreno ganhando um piso a O.) e tem cobertura em terraço e é revestido a reboco de cor branca. Os balneários situam-se no piso inferior com acesso à zona das piscinas, sendo separados por género e no piso superior (2º piso) encontra-se o restaurante com ampla varanda orientada a O. A zona das piscinas é constituída por um circuito onde se encontram a piscina principal a O. com prancha de saltos e a E. piscina de formato irregular de pequena profundidade. A N. das piscinas, pequeno complexo rectangular de apartamentos. Estes, servidos por varandas orientadas a S.

Acessos

Praia das Maçãs. WGS84 (graus decimais) lat.: 38,823774; long.: -9,467207

Protecção

Incluído na Área Protegida de Sintra - Cascais (v. PT031111050264)

Enquadramento

Semi-urbano. Localizada junto à Praia das Maçãs com acesso através da Estrada do Rodízio. Conjunto instalado entre estrada e riacho com amplo estacionamento automóvel a E. do complexo.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Cultural e recreativa: piscina

Utilização Actual

Cultural e recreativa: piscina

Propriedade

Privada

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: João Guilherme Faria da Costa, Raúl Tojal

Cronologia

1949 - projecto de Faria da Costa e Raúl Tojal para um conjunto recreativo que previa a construção de uma piscina, uma piscina de crianças, um restaurante e um pequeno riacho que serviria uns bungalows de uso turístico encomendado pela Sociedade Sintra Litoral; este conjunto estava incluído em dois Estudos encomendados pela Câmara Municipal de Sintra: Plano Geral de Arranjo da Praia das Maçãs e Estudo de valorização da Praia das Maçãs; 1955- término da construção deste conjunto onde terão sido só contempladas as piscinas e o restaurante; década de 80- instalação da Discoteca "Concha" no edifício do restaurante.

Dados Técnicos

Materiais

Betão armado, vidro, mosaico cerâmico, madeira, ferro fundido

Bibliografia

ACCIAIUOLLI, Margarida, Os anos 40 em Portugal, o País, o Regime e as Artes, Celebração e Restauração, Doutoramento, UNL, 1991; CML, A urbanização de Lisboa, o sítio de Alvalade, Ed. CML. Lisboa, 1948; COSTA, J. P., Bairro de Alvalade: considerações sobre o Urbanismo habitacional, tese de Mestrado, FAUTL, 1997; JANARRA, Pedro, A política urbanística e da Habitação social no Estado Novo:o caso do Bairro de Alvalade de Lisboa- entre o projecto e o concretizado, Mestrado, ISCTE, 1994; FERNANDES, José Manuel, Jornal Expresso, 22 Abril 2006, Lisboa; FERREIRA, Vítor Matias, Uma nova ordem urbana para a Capital do Império, 1938-1948 in O Estado Novo, das origens ao fim da autarcia, 1926-1951, Edições Fragmentos; Lisboa, 1988; LOBATO, Luís Guimarães, A experiência de Alvalade in Revista Técnica, revista de engenharia dos alunos do IST, Lisboa, 209-210, Fevereiro-Março 1951

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/Arquivo Pessoal de João Guilherme Faria da Costa NP42 Pt181

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/Arquivo Pessoal de João Guilherme Faria da Costa NP42 Pt181

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Luísa Castro-Caldas 2007

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login