Farolim da Agonia / Farol da Senhora da Agonia

IPA.00022451
Portugal, Viana do Castelo, Viana do Castelo, União das freguesias de Viana do Castelo (Santa Maria Maior e Monserrate) e Meadela
 
Arquitectura civil de equipamento, de ferro. Farolim em ferro forjado, de planta circular, composta por soco circular, em cantaria, e corpo de dois registos, o primeiro bastante alto, rasgado por porta e janela rectangular, e o segundo por varandim, também circular, rodeando tambor coberto por cúpula metálica, com remate em catavento metálico, sendo rasgado a S. por janela envidraçada.
Número IPA Antigo: PT011609190251
 
Registo visualizado 2698 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Comunicações  Farol    

Descrição

Corpo único de planta circular, desenvolvendo-se verticalmente em dois registos. Massa simples, em ferro, com base saliente, sobre soco circular, em cantaria, e cobertura em cúpula metálica, rematada por catavento também metálico sobre acrotério esférico. Corpo pintado de vermelho, marcado, verticalmente, por prumos metálicos salientes pintados de branco, que no topo sustentam varandim do segundo registo. Na fachada virada a E. rasgada, no registo inferior, por porta de verga recta, e por janela rectangular, no terço superior. O registo superior, pintado de branco, é formado por tambor rasgado a S. por janela rectangular jacente, envidraçada, e com moldura avançada, e a N. por porta de verga recta, baixa, de acesso ao varandim, igualmente de planta circular, com pavimento em chapa metálica e guarda, em ferro forjado, composta por três anéis interligados por prumos. INTERIOR pintado de vermelho, com escada helicoidal, de 39 degraus, em torno de eixo central circular, também pintado de vermelho. O segundo registo tem pavimento e tecto metálico, albergando óptica de vidro, sobre base metálica.

Acessos

Rua de D. Amélia de Morais

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, isolado, integração harmónica na foz do Rio Lima, em pequena plataforma, coberta por vegetação rasteira e envolta por casario, sobranceira à Capela de Nossa Senhora da Agonia (v. PT011609190060); na proximidade erguem-se ainda a Capela de São Roque (v. PT011609190055) e a Capela do Senhor do Calvário ou da Senhora da Conceição da Rocha (v. PT011609190131). O soco do farolim está envolto por gradeamento, em ferro forjado.

Descrição Complementar

A óptica, apresenta, inferiormente, placa metálica com a inscrição PHARE DE VIANNA DO CASTELO / HENRY - LEPAUTE / CONSTRUCTEURS / PARIS - 1884.

Utilização Inicial

Comunicações: farol

Utilização Actual

Comunicações: farol

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 19 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Construtores: Henry - Lepaute.

Cronologia

1876 - Entrega pela Direcção das Obras Públicas ao Director do Telégrafo Postal de um farolim para montar junta da Capela de Nossa Senhora da Agonia; 1884 - data da placa metálica sob a óptica, assinalando ter sido construída por Henry Lepaute, de Paris; 1888 - entrada em funcionamento do farolim provido de um aparelho óptico dióptrico, de luz fixa vermelha, tendo como fonte luminosa um candeeiro a petróleo; 1916 / 1918 - interrupção do funcionamento do farolim durante o período da I Grande Guerra Mundial; 1940 - pedido de electrificação do farolim; 1956 - início do funcionamento com incandescência eléctrica; 1958 - montagem de equipamento de reserva a gás, com luz ritmada; 1961 - substituição do aparelho óptico; 1986 - automatização do sistema de iluminação.

Dados Técnicos

Estrutura autoportante.

Materiais

Estrutura em ferro forjado; soco em cantaria; janela envidraçada; gradeamento em ferro forjado.

Bibliografia

Documentação Gráfica

Ministério da Defesa Nacional - Direcção de Faróis

Documentação Fotográfica

DGEMN: DSID

Documentação Administrativa

Ministério da Defesa Nacional - Direcção de Faróis

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Paulo Amaral 2003

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login