Castelo de Odemira

IPA.00000998
Portugal, Beja, Odemira, São Salvador e Santa Maria
 
Castelo de elevação, construído na época medieval. Os restos da muralha articulam-se de forma interessante com alguns edifícios, definindo a expansão urbanística da vila.
Número IPA Antigo: PT040211050003
 
Registo visualizado 401 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Militar  Castelo    

Descrição

Restam vestígios das muralhas servindo de suporte a uma ampla esplanada ajardinada, na zona mais elevada da vila (o cerro do Peguinho) e de estrutura a algumas construções urbanas (base da torre sineira do edifício da Câmara).

Acessos

Bairro do Castelo

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, outeiro. Os vestígios da muralha acompanham a coroa do outeiro que se levanta a cavaleiro da margem direita do Rio Mira, estendendo-se pela vertente S.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Militar: castelo

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: municipal / Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 13 / 14

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1265 - reconstrução do castelo tomado aos mouros em 1166, que se erguia provavelmente no local de "oppidum" romano; doação ao bispo do Porto; 1319 - reedificação a mando de D. Dinis, construção de uma nova cerca; doação da vila e seu termo ao almirante Micer Manuel Peçanha e seus descendentes; 1980, agosto - Despacho de homologação como IIP - Imóvel de Interesse Público; 2000, 25 agosto - incluído no PDM de Odemira, Resolução nº.114/2000, DR n.º 196; 2009, 23 outubro - caduca o processo de classificação conforme o Artigo n.º 78 do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, n.º 206, alterado pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251 de 28 dezembro 2012, que faz caducar os procedimentos que não se encontrem em fase de consulta pública.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Alvenaria de pedra, cantaria.

Bibliografia

ALMEIDA, J., Roteiro dos Monumentos Militares Portugueses, Lisboa, 1948, vol. III; QUARESMA, António Martins, Odemira - Subsídios para uma Monografia, vol. II, Odemira,

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

DGEMN: 1974 - iniciadas sondagens, remoção de terras para definição do traçado da muralha, elevação de panos de muralha.

Observações

*1 - DOF...Troços existentes das muralhas do antigo Castelo de Odemira; *2 - A vila recebeu foral de D. Afonso III em 1256 e de D. Manuel em 1510. Foram Condes de Odemira D. Sancho de Noronha e D. Mécia de Sousa, no reinado de D. Duarte. Nesta casa se conservou até ao reinado de D. João IV, quando foi doada a D. Francisco de Faro. D. Pedro II doou-a ao 1º Duque de Cadaval.

Autor e Data

Isabel Mendonça 1994

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login