Igreja Paroquial de Santa Margarida do Sado / Igreja de Santa Margarida

IPA.00009812
Portugal, Beja, Ferreira do Alentejo, Figueira dos Cavaleiros
 
Arquitectura religiosa, gótica, popular, vernácula. Igreja paroquial de uma nave e capela-mor, característica da popularização dos modelos construtivos tardo-góticos, revela a austeridade da prática construtiva numa época de povoamento tardio da ribeira do Sado. Singulariza-se pelos elementos romanos encontrados nas suas imediações.
Número IPA Antigo: PT040208030015
 
Registo visualizado 83 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal escalonada, composta por nave e capela-mor mais estreita. Volumes articulados. Cobertura em telhado de duas águas. Fachada principal orientada, de um pano rematado por empena coroada por cruz de ferro forjado, portal com arco trilobado, ladeado por duas pequenas janelas. Alçado lateral S. de três panos separados por contrafortes, sendo o terceiro coroado por pináculo piramidal; remate em beirado; o volume recuado da capela-mor é rasgado por fresta de iluminação e rematado por beirado, apresentado no ângulo SE. em contraforte cilíndrico. Alçado E. cego, com remate em empena. Alçado N. com volume cego da nave dividido em dois panos por um contraforte pouco saliente e remate em duplo beirado; o volume da capela-mor recuado e rasgado por nicho de verga recta, contraforte no ângulo NE., remate em beirado. INTERIOR: nave coberta com forro de madeira em masseira. À esquerda de quem entra eleva-se a fonte baptismal de cantaria, com pia de secção octogonal assente em pé escalonado, formado por anéis, sendo o superior torso e o inferior guarnecido por quatro folhas estilizadas que fazem a transição para a base quadrada. Arco triunfal polilobado assente em cornija e degrau. Capela-mor com laje sepulcral de cantaria; do lado da Epístola rasga-se uma janela.

Acessos

Largo da Igreja

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, isolado, num largo asfaltado, junto ao antigo cemitério.

Descrição Complementar

No exterior da igreja existem duas cupas e duas bases de cantaria, da época romana, lavradas em cálcario fétido de Trigaches

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Beja)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 15 / 17 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 15 - construção; séc. 16 - fonte baptismal; séc. 17 - construção dos contrafortes; séc. 20 - remodelação do portal e do arco triunfal; 2002, 13 de novembro - Deliberação da Assembleia Municipal de classificação como IM - Interesse Municipal; 2003, 29 de setembro - Aviso n.º 7515/2003, DR, 2.ª série, n.º 225, Apêndice, n.º 147, pelo qual a Câmara Municipal torna público que deliberou a classificação como IM - Interesse Municipal; a classificação foi considerada nula pelo IPPAR dado a CM não ter competência para o efeito.

Dados Técnicos

Estrutura mista

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e pintadas, elementos secundários de cantaria, telhado de telha de aba e canudo, pavimentos interiores de tijoleira

Bibliografia

ENCARNAÇÃO, José d', O Monumento Funerário posto a descoberto em Santa Margarida do Sado, em Anais da Real Sociedade Arqueológica Lusitana, série 2, vol. 1, Santiago do Cacém, 1987; ESPANCA, Túlio, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Beja, vol. 1, Lisboa, 1992

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

PROPRIETÁRIO: 1998 / 1999 - trabalhos de conservação geral, picagem e execução de rebocos, substituição de pavimentos e forro do tecto, pintura geral, electrificação.

Observações

Autor e Data

José Falcão e Ricardo Pereira 1999

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login