Ermida de São Sebastião de Almeirim

IPA.00000943
Portugal, Beja, Castro Verde, União das freguesias de Castro Verde e Casével
 
Arquitectura religiosa, vernacular. Pequena ermida rural, de planta longitudinal simples. Fachada principal em empena, com vãos em eixo composto por portal de verga recta encimado por óculo e sineira no lado esquerdo. Alçados rematados em cornija. Cobertura em abóbada de berço e existência de simples ara de altar, surgindo pintura mural a revestir o interior. Pintura do retábulo em trompe-l'oeil com interpretação, por pintor local, de modelo erudito.
Número IPA Antigo: PT040206020014
 
Registo visualizado 149 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Capela / Ermida  

Descrição

Planta rectangular, simples, com cobertura homogénea em telhado de duas águas. Fachada principal voltada a S., de pano único definido por pilastras, portal de verga recta em cantaria pintada a azul, sobrepujado por pequeno óculo, empena com cornija saliente, pequeno campanário lateral e marco geodésico colocado sobre o ângulo SE.. Alçados E. e N. cegos, de pano único definido por pilastras e cornija saliente, idêntica à da frontaria. Alçado O. cego, de pano único. INTERIOR com paredes laterais da nave com cornija de argamassa e cobertura em abóbada de berço. À entrada, do lado da Epístola, pia de água benta em cantaria. Capela-mor com nichos nas paredes laterais e cobertura em cúpula, com altar-mor de forma paralelepipédica e nicho em alvenaria, com retábulo em trompe-l'oeil pintado a óleo, encimado pelas armas reais.

Acessos

EM 535 Castro Verde - Casével, km. 6; junto ao Monte dos Picachos

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Rural, destacado, isolado, numa pendente suave da planície.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: ermida

Utilização Actual

Religiosa: ermida

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Beja)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 17, inícios - construção; séc. 18, segunda metade - retábulo pintado; 1960 / 1970, décadas de - intervenção no retábulo; 1985, 24 de Abril - Proposta de classificação pela CM de Castro Verde; 2008, 28 de Novembro - Despacho de encerramento do processo de classificação pelo Director do IGESPAR no seguimento de proposta da DRCAlentejo, por não ter valor nacional.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes.

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e caiadas, pia de água benta de cantaria.

Bibliografia

COSTA, João José Alves da, O Termo de Castro Verde. Um Contributo para a sua História, Castro Verde, 1996.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1960 / 1970, décadas de - repintes do retábulo.

Observações

Autor e Data

José Falcão e Ricardo Pereira 1996

Actualização

Paula Figueiredo 2001
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login