Paços do Marquês / Palácio dos Marqueses de Ponte de Lima / Núcleo Museológico dos Paços do Marquês

IPA.00009001
Portugal, Viana do Castelo, Ponte de Lima, Arca e Ponte de Lima
 
Arquitectura residencial.
Número IPA Antigo: PT011607350093
 
Registo visualizado 1368 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre  Casa nobre  Tipo torre

Descrição

Acessos

Ponte de Lima. WGS84 (graus decimais) lat.: 41,766614; long.: -8,583545

Protecção

Enquadramento

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa nobre

Utilização Actual

Cultural e recreativa: museu

Propriedade

Público: municipal

Afectação

Época Construção

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1464 - carta de D. Afonso V ordenou que se deixasse fazer e edificar o castelo a Leonel de Lima nas casas "e d'elas até ao muro possa filhar para ele aquela chão e parte do muro e torre que vir que é necessário e cumpridoiro"; 1495 - data do testamento do primeiro visconde de Vila Nova de Cerveira onde incluía o paço; séc. 16 - foi melhorado pelo neto D. João de Lima, que mandou abrir as janelas manuelinas; 1779 - fundado nos seus salões a Sociedade Económica dos Amigos e Compatriotas do Bem Público de Ponte de Lima, a primeira academia rural do país; 1876 - o último Marquês, para pagar a conta do alfaiate, vendeu o palácio a Augusto de Morais, residente no Porto; posteriormente, pertenceu a António da Cunha Magalhães, abastado limiano regressado do Brasil, que reformou o palácio, dotando-o de alguns confortos modernos; mandou construir as clarabóias e portas com vidros policromos, nova escada, vestíbulo neogótico para a R. Cândido da Cruz e os tectos em estuque com medalhões de escritores portugueses; 1906 - o edifício foi legado à Misericórdia de Ponte de Lima, para ali instalar um novo hospital; 1927 - instalação do hospital da Misericórdia; 1970 / 1980, entre - comprado pela Câmara Municipal de Ponte de Lima por 2.580 mil euros para instalação da Escola Técnica de Ponte de Lima; 1981 - adaptado a Paços do Concelho; 2000, Outubro - abertura de concurso público para beneficiação e reparação; 2003 - passa a ser utilizado como sede da Delegação de Turismo e Centro de Exposições do município.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

MORAIS, Tito de, Castelo de Ponte de Lima está a ser recuperado, Diário do Minho, 8 Janeiro 2003, p. 11;

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGPC: DGEMN/DREMN, DGEMN/DSID, SIPA

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Câmara Municipal de Ponte de Lima: 2003 - conclusão das obras de restauro, orçadas em 575 mil euros, com remodelação de pisos, rebocos e caixilharia.

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Paula Noé 2003

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login