Santuário de Nossa Senhora das Preces

IPA.00000860
Portugal, Coimbra, Oliveira do Hospital, Aldeia das Dez
 
Arquitetura religiosa, barroca. Edifício de peregrinação, de caráter rural, demonstra uma certa erudição na fachada, salientando-se também as pinturas dos tetos, particularmente as da nave de sabor popular, mas reportando às perspetivas cénicas próprias do Barroco. Completa-se o santuário de mais onze capelas independentes, com esculturas representando cenas como a Ultima Ceia, A Agonia, A Prisão, a Flagelação, Ecce-Homo, Verónica, a Crucificação, o Calvário, o Santo sepulcro, a Ressurreição e Santa Maria Madalena. O Chafariz monumental, embora já realizado no séc. 19, aproxima-se dos seus congéneres de setecentos. Destaca-se o átrio aberto e a grande sacristia construída na continuação da capela-mor.
Número IPA Antigo: PT020611010022
 
Registo visualizado 319 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Santuário  

Descrição

Planta longitudinal, uma nave, capela-mor e vasta sacristia no prolongamento da capela-mor. Frontaria dividida por pilastras, apresentando a parte central mais elevada, onde se abre a entrada com arco rebaixado e por cima janela de sacada com frontão curvo. Ao lado direito desenvolve-se uma torre sineira quadrangular. No interior na nave tectos de madeira pintados com cenas da vida da Virgem com perspectivas arquitectónicas, que centram a "Assunção". Na capela-mor surgem nas paredes azulejos polícromos de laçaria e os tectos de madeira são pintados com medalhões representando o Baptismo, Coroação da Virgem e Sagrada Família. Na Sacristia os tectos de madeira têm pinturas em medalhões representando Apóstolos e Evangelistas. Junto à Igreja surge um chafariz monumental com dois lanços de escadas com a zona central em forma retabular.

Acessos

Lugar de Vale de Maceira. Rua do Santuário de Nossa Senhora das Preces

Protecção

Em estudo

Enquadramento

Rural, isolado, a cerca de 800 metros de altitude.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: santuário

Utilização Actual

Religiosa: santuário

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Coimbra)

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 17 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 14 - Origem do santuário; séc. 18 - reconstrução da capela principal; séc. 19 - construção das restantes capelas; 2017, outubro - os incêndios que grassaram na zona afetam o parque que envolve o santuário; 2018, 05 junho - o projeto de recuperação dos jardins e parque do santuário, levado a cabo pela Irmandade, vence o Prémio Vilalva da Fundação Calouste Gulbenkian, no valor de 50 mil Euros.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Bibliografia

CORREIA, Vergílio, GONÇALVES, A. Nogueira, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Coimbra, Vol. IV, Lisboa, 1953; REIS, Vítor Manuel Guerra dos - O Rapto do Observador: invenção, representação e percepção do espaço celestial na pintura de tectos em Portugal no século XVIII. Lisboa: s.n., 2006. Texto policopiado. Dissertação de Doutoramento apresentada à Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, 2 vols.; http://www.cm-oliveiradohospital.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=123&showall=1, 12 de Abril de 2012.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO.

Autor e Data

João Cravo, Horácio Bonifácio 1992 / Ana Filipe 2012

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login