Convento de Santo António / Capela de Santo António

IPA.00008552
Portugal, Santarém, Torres Novas, União das freguesias de Torres Novas (Santa Maria, Salvador e Santiago)
 
Convento franciscano capucho, maneirista e barroco com igreja de fachada sem torres e empena envolutada, com nártex vazado por tripla arcada. No interior nave e capela-mor abobadadas. O interior é revestido de silhares de azulejos barrocos, assentes em rodapés marmoreados, com remates recortados.
Número IPA Antigo: PT031419140017
 
Registo visualizado 816 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Convento / Mosteiro  Convento masculino  Ordem de São Francisco - Franciscanos Capuchos (Província da Arrábida)

Descrição

Planta longitudinal, composta por 2 rectângulos justapostos, correspondentes à nave e capela-mor, a que se adossam anexos. Volumes escalonados com cobertura diferenciada em telhados de 1 e 2 águas. Fachada principal virada a NO., com empena ladeada por volutas contracurvadas e encimada por pequeno frontão semicircular, com pináculos e cruz no topo; cunhais rusticados sobrepujados por pináculos sobre acrotérios; no piso inferior rasga-se uma tripla arcada com arcos em asa de cesto, com conchas nos fechos, apoiados em colunas toscanas; ao fundo do nártex uma porta de verga em arco segmentar; no 1º piso uma porta-janela de verga idêntica e balcão em ferro; abaixo do frontão um nicho enquadra um painel de azulejos em azul e branco figurando Santo António, datado de 1875. A fachada lateral virada a NE. mostra um corpo mais baixo adossado ao corpo da igreja, vazado por janelas rectangulares, embebendo parcialmente os contrafortes aí existentes; junto à fachada principal um muro baixo protege o acesso aos anexos e ao coro alto. INTERIOR: nave rectangular com cobertura em abóbada de berço redondo, apoiada em cimalha envolvente; um arco toral demarca a zona reservada ao coro alto, sobreposto ao nártex, antecedido de balaustrada em madeira; nas paredes laterais os vãos entaipados e emoldurados de antigos confessionários; do lado do Evangelho um púlpito com caixa de madeira apoiada em mísula de cantaria; junto aos altares colaterais, nos alçados laterais da nave, vãos entaipados e emoldurados assinalam o espaço outrora destinado a altares laterais; altares colaterais em madeira pintada com frontões segmentares, com as imagens de Nossa Senhora de Fátima e de São Joaquim; sobre o arco triunfal um nicho enquadrado por volutas guarda um crucifixo. Nos alçados laterais silhares em azul e branco, com cenas da vida de Santo António (lado da Epístola) e de São Francisco (lado do Evangelho), apoiados em rodapé de marmoreados, com remate contracurvado, ladeado por urnas; nos tímpanos dos frontões emblemas alusivos aos 2 santos. Capela-mor com cobertura em abóbada de berço redondo mais baixa, unida à nave por arco triunfal semicircular sobre pilastras toscanas; em cada um dos alçados laterais um silhar de azulejos em azul e branco, com cenas da vida dos 2 santos; no altar-mor retábulo com frontão contracurvado e colunas ladeando a tribuna, pintado de cores vivas, com as imagens de São Francisco e de Santa Quitéria; do lado da Epístola um nicho com uma lápide com a seguinte inscrição: "Sendo Guardiam deste convento o irmão frei Francisco Xavier se tresladarão do convento do Egipto para este lugar os ossos do irmão frei Boaventura religioso de muita virtude a 17 de Março de 1731"; do mesmo lado uma mísula serve de apoio a uma imagem de São Domingos.

Acessos

Rua da Capela de Santo António

Protecção

Categoria: IM - Interesse Municipal, Deliberação da Assembleia Municipal de Torres Novas de 03 abril 2002, Edital de 04 janeiro 2005

Enquadramento

Urbano, planalto, adossado. Implantado numa zona de crescimento recente da povoação, rodeado por amplo adro circundado por gradeamento. Do lado S. o edifício do antigo convento circunda o adro.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: convento masculino

Utilização Actual

Religiosa: capela

Propriedade

Privada: Misericórdia

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 17

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

1589 - doação do terreno onde iria surgir o convento aos frades franciscanos, que até então viviam no convento de Nossa Senhora do Egipto, por António Mogo de Melo Carrilho e sua mulher Ángela Sigeia de Velasco; 1591 - 1593 - construção do convento e igreja; 1639 - reedificação pelo guardião do convento frei António de Moura; séc. 18, inícios - revestimento de azulejos da nave; c. 1730 - revestimento de azulejos da capela-mor e colocação dos frontões recortados sobre os silhares da nave; 1755 - a estrutura da igreja é abalada, sendo por isso construídos os contrafortes de reforço do seu lado SE.; 1834 - após a extinção das ordens religiosas o convento é encerrado; 1837 - o mesmo é comprado por Luís de Atouguia de Sousa Coutinho, que pretendia evitar a profanação dos restos mortais dos seus antepassados, sepultados na igreja; 1867 - o seu irmão Rodrigo Afonso de Atouguia de Sousa Coutinho doou a cerca, a igreja e as ruínas do convento à Misericórdia; 1873 - a Misericórdia vendeu as ruínas do convento a António de Oliveira Fortes, que depois as vendeu ao padre Francisco António Rodrigues, pároco da igreja de Santa Maria.

Dados Técnicos

Estrutura mista

Materiais

Estrutura em alvenaria de pedra, rebocada e caiada. Cobertura de telha cerâmica. Molduras e colunas em cantaria. Pavimento em madeira e cantaria. Azulejos em revestimento. Madeira entalhada nos retábulos.

Bibliografia

GONÇALVES, Artur, Torres Novas, Memórias de Torres Novas, 1935; Mosaico Torrejano, Torres Novas, 1936; CAETANO, Joaquim de Oliveira, A pintura em Torres Novas nos séculos XVI e XVII, in Nova Augusta, Torres Novas, nº 6, 1992; BICHO, Joaquim Rodrigues, Capela de Santo António Torres Novas. O templo e o santo, Torres Novas, 1993; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/342160 [consultado em 2 janeiro 2017].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN / DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN / DSID

Intervenção Realizada

Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas : 1999 / 2000 - restauro do interior: conservação de tectos e pavimentos; restauros no anexo da igreja.

Observações

A tela da tribuna, hoje no Museu de Torres Novas, representando a Adoração dos Pastores, atribuída a António Campelo, pintor italianizante da 2ª metade do séc. 16, foi encomendada para a capela dos Pessoa de Amorim, em Torres Novas, sendo mais tarde oferecida à capela de Santo António pelo visconde de São Gião (Caetano: 1992).

Autor e Data

Isabel Mendonça 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login