Casa de Henrique Felgar, na Quinta da Machada

IPA.00008509
Portugal, Viseu, Viseu, União das freguesias de Viseu
 
Conjunto de dois edifícios, sendo o principal de dois andares, o piso térreo destinado a arrumos e divisões secundários, e o superior à habitação. Apesar de aparentar uma edificação do final de Oitocentos, terá tido uma fundação anterior, como o indica a organização interna do espaço, com corredor interior, acedendo às dependências laterais, comunicantes entre si. Acesso por escadaria com balaustrada, formando um alpendre superiormente. Fenestrações rectilíneas com molduras de cantaria. Mantém-se algumas janelas de guilhotina. Construção anexa rectangular, de dois pisos, o térreo para arrumos e guarda de animais, executado em pedra, e o superior de habitação, com "taipal à galega" e cobertura de placas de xisto.
Número IPA Antigo: PT021823280052
 
Registo visualizado 697 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa    

Descrição

Dois edifícios de planta rectangular, composta e irregular, com coincidência entre o exterior e o interior, de volumes articulados e disposição horizontalista das massas. Coberturas de telhados diferenciados de duas águas. Os edifícios encontram-se ligados por um passadiço, situado sobre um portão de acesso ao caminho que percorre a Quinta longitudinalmente. O passadiço actualmente não tem função, pois as duas habitações são independentes. A casa principal tem dois alçados virados para a via pública, com embasamentos marcados. A entrada principal faz-se transpondo um portão que delimita um pátio interior ao ar livre. Virada a NO., escadaria de acesso ao piso superior, com balaustrada incaracterística. Porta alpendrada rectangular, ladeada por fenestrações de guilhotina, ao nível do primeiro piso, surgindo mais dois na zona do sótão. Remate em empena com cornija. Lateralmente, um corpo avançado, incaracterístico, que se adossa parcialmente à fachada. Alçado E. desenvolve-se junto ao caminho interior da quinta, sendo composto por porta, no piso térreo, e sete janelas rectangulares de guilhotina, no superior. Cunhais em forma de pilastras e remate em cornija. Alçado SE., enquadrado por pilastras, é rasgado por porta rectangular centralizada e duas janelas, com bandeira no piso superior. Janela de guilhotina no sótão. Remate em empena e cornija. Alçado SO., enquadrado por pilastras, tem, no piso térreo, três portas rectangulares emolduradas, ostentando a verga decorada, no centro, por pequeno triângulo. No piso superior, cinco janelas com bandeira. Remate em cornija. INTERIOR com corredor em posição centralizada, actualmente dividido e que percorria todo o alçado, comunicando para ambos os lados com divisões de habitação. No piso térreo, divisões para arrumos e armazéns de actividade comercial. Para SE. ligado por passadiço e do outro lado do caminho rural, o edifício secundário. Para o lado da via pública, compõe-se, no piso térreo, por porta centralizada e no superior por três janelas rectangulares de guilhotina, sendo esta zona coberta por chapas metálicas. Os alçados E. e O. são cegos, com remate em empena. Lateralmente, abaixo da linha da empena, utilização de placas de xisto. O alçado N. tem janelas semelhantes ao do alçado anterior.

Acessos

Estrada Velha de Abravezes, em Viseu

Protecção

Incluído na Zona de Proteção da Cava de Viriato (v. PT021823280001)

Enquadramento

Peri-urbano, em superfície plana, isolado, destacado, na via pública, separado pelo muro da Quinta. Nesta, ergue-se a Casa do Lago (v. PT021823280051).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Residencial: casa

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17 / 18 / 19 (conjectural) / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 17 - data de construção do piso térreo do imóvel; séc. 18 - obras em ambos os edifícios, sendo acrescentado o segundo piso ao edifício principal; séc. 19 - provável intervenção nos dois imóveis; séc. 20, década de 40 - aquisição da Quinta por Henrique Felgar; séc. 20, 2.ª metade - obras de remodelação nas janelas.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes.

Materiais

Granito, rebocos, madeiras e zinco.

Bibliografia

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

UTENTE: séc. 20 - obras gerais de beneficiação no interior.

Observações

Autor e Data

João Carvalho 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login