Relógio da Água da Levada do Poiso

IPA.00008360
Portugal, Ilha da Madeira (Madeira), Ponta do Sol, Canhas
 
Arquitectura civil de equipamento, vernácula. Torre de relógio para controle de regadio numa levada, de planta quadrangular, simples, e fachadas de três pisos. Interior com pisos interligados por escadas de madeira, contendo alguns alçapões e cobertura de madeira.
Número IPA Antigo: PT062205010019
 
Registo visualizado 473 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Comunicações  Torre do relógio    

Descrição

Torre de planta quadrangular simples, de massa verticalista, coberta por telhado de duas águas em telha marselha. Fachadas rebocadas e pintadas de rosa, com embasamento e molduras dos vãos em cimento. Fachada principal virada a O. e terminada em empena recortada, alteada, de modo a esconder a cobertura, e integrando pequeno vão curvo com sino de bronze. Possui três pisos, com vãos dispostos em eixo, constituídos por porta de verga recta e porta de madeira, no primeiro piso, janela com caixilharia de madeira e tapassóis pintados a verde, no segundo, e vão quadrangular moldurado integrando relógio, no terceiro. Fachadas laterais rematadas por beiral, tendo a virada a S. pequeno vão quadrangular no primeiro piso e janela de caixilharia de madeira e tapassóis pintados de verde no terceiro, e a virada a N. cega. Fachada posterior cega, terminada em empena. INTERIOR com paramentos rebocados e pintados de branco, com pavimentos em cimento no primeiro piso e em madeira nos restantes, sendo a comunicação entre eles feito por escadas também de madeira. No segundo e terceiro piso, encontra-se a maquinaria do relógio, existindo vários alçapões em madeira; cobertura de madeira em dois panos, sobre travejamento.

Acessos

Canhas, Sítio do Carvalhal; Estrada Engenheiro Teixeira Sousa (ER 209); Carvalhais

Protecção

Categoria: VL - Valor Local, Resolução do Presidente do Governo Regional n.º 1596/98, JORAM, 1.ª série, n.º 106 de 10 dezembro 1998

Enquadramento

Rural, isolado. Ergue-se junto à estrada municipal, integrada em zona habitacional, tendo junto à fachada lateral direita e posterior zona de carga e descarga de toros de madeira.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Comunicações: torre do relógio

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Privada: Cooperativa

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Arq. Marco Sousa - projecto de reabilitação.

Cronologia

Séc. 19 - Construção da torre pelos heréus da levada do Poiso nos Canhas, com a finalidade de ser colocado no seu interior um relógio e no exterior o mostrador, para controlar as horas de regadio, entre os heréus com direitos de uso dessas águas; 1890 - data inscrita no relógio; 1999 - reabilitação e colocação de electrificação.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes.

Materiais

Estrutura de basalto, com rebocos, cal, madeira ( til, pinho, carvalho ), ferro, bronze, vidro, telha.

Bibliografia

RIBEIRO, Adriano, Ponta do Sol. Subsídios para a História do Concelho, 1993; Inauguração do antigo relógio da Água nos Canhas, Jornal da Madeira, 22 Setembro 2000

Documentação Gráfica

DRAC, Funchal

Documentação Fotográfica

DRAC, Funchal; CM Ponta do Sol

Documentação Administrativa

DRAC, Funchal

Intervenção Realizada

DRAC / CMPS: 1999 - recuperação do imóvel, comparticipada por fundos comunitários Leader.

Observações

Actualmente, o relógio continua a bater as horas e os quartos, mas os ponteiros estão bloqueados.

Autor e Data

Teresa Brazão 2002

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login