Palácio de Santa Sancha / Palácio do Governador de Macau

IPA.00007970
China, Macau RAE, Macau, Macau
 
Arquitectura residencial.
Número IPA Antigo: CN931901000014
 
Registo visualizado 88 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa  Palacete  

Descrição

Acessos

Protecção

Enquadramento

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Propriedade

Afectação

Época Construção

Séc. 19

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: José Agostinho Tomás de Aquino (1804-1852)

Cronologia

Séc. 19, inícios - data provável do projecto e construção do palacete para Manuel Duarte Bernardino; 1855 - moradias foram adquiridas pelo barão do Cercal; 1893 - a neta da viscondessa do Cercal vendeu o edifício a Herbert Fullarton Dent por 8.000 patacas; 1923 - William Herbet Shelly Dent, filho de Herbert Dent, vendeu o palacete ao Governador Rodrigo José Rodrigues; tufão desse ano provocou estragos consideráveis, levando à execução de obras no palácio; 1926 - com o Governador Tamagnini Barbosa o palácio passou a residência definitiva dos governadores do território; 1934 - Governador José Bernardes de Miranda autorizou a instalação de um hospital infantil, creche e lactário; 1936 - hospital foi transferido e foi ocupado pelo Museu Comercial Etnográfico Luís de Camões; 1937 - governador Tamagnini Barbosa transferiu o museu para o edifício da Imprensa Nacional, devolvendo ao palácio a sua função inicial.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

NUNES, Isabel e DURÃO, Luís António, Santa Sancha, Macau, 1993; COSTA, Maria de Lourdes Rodrigues, História da Arquitectura em Macau, Macau, 1997; CALADO, Maria, "Macau - da fundação aos anos 70. Evolução socio-económica, urbana e arquitectónica" in Revista de Cultura, nº 34, Macau, Janeiro/Março 1998, pp, 75-146; FERNANDES, José Manuel, "Macau, entre os séculos XIX e XX. Urbanismo e Infraestruturas de 1820 a 1920" in Revista de Cultura, nº 35/36, Macau, Abril/Setembro 1998, pp. 77-94; JORGE, Cecília, "Viver Macaense ou a Influência do Lar" in Macau, nº 3, Macau, Setembro 2000.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

GM/DST

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Governo de Macau: 1923 - devido ao tufão desse ano houve necessidade de proceder a trabalhos de conservação; 1925 / anos 40 - houve alterações na fachada e envolvência que não estão documentadas.

Observações

Até ter sido adquirido para residência do governador do território em 1926, o edifício teve as mais diversas ocupações: casa de repouso dos padres das Missões Estrangeiras, sede de um firma comercial inglesa, hospital de mulheres e maternidade, com serviço especial para crianças. EM ESTUDO

Autor e Data

Sofia Diniz 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login