Forte da Guia / Fortaleza de Nossa Senhora da Guia / Farol da Guia

IPA.00007968
China, Macau RAE, Macau, Macau
 
Arquitectura militar.
Número IPA Antigo: CN931901000012
 
Registo visualizado 38 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Militar  Forte    

Descrição

Acessos

Protecção

Incluido no Conjunto dos Monumentos Históricos de Macau *2

Enquadramento

A antiga fortaleza encerra no seu interior a Capela da Guia e o Farol da Guia.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Militar: forte

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural / Comunicações: farol

Propriedade

Afectação

Época Construção

Séc. 17

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1622 - primitiva construção data do cerco dos holandeses, mas foi demolida antes de 1635; 1637/38 - mandada construir pelo capitão de artilharia António Ribeiro a partir das doações feitas pelos locais; funcionava como bateria auxiliar e ponto de observação da chegada dos navios ou da aproximação de tufões; a sua artilharia podia abranger toda a área peninsular; 1865 - construção do farol por ordem do governador Coelho do Amaral, sendo o mais antigo de toda a costa chinesa *1;

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

GRAÇA, Jorge, As Fortificações de Macau, Macau, 1987; COSTA, Maria de Lourdes Rodrigues, História da Arquitectura em Macau, Macau, 1997; COSTA, Maria de Lourdes Rodrigues, "História da Arquitectura em Macau" in Revista de Macau, nº 34, Macau, Janeiro/Março 1998, pp. 181-234; TANG Kaijian, "Macau - notas sobre a evolução urbana e arquitectónica durante a Dinastia Ming" in Revista de Macau, nº 34, Macau, Janeiro/Março 1998, pp. 47-73; DURÃO, Luís António, "Património de Macau, uma álbum da sua História" in Camões, nº7, Dezembro 1999, pp. 70-83; MATTOSO, José (dir.), Ásia, Oceania, Património de origem portuguesa no mundo, arquitectura e urbanismo, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2010, p. 494

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

GM/DST; CCCM

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

*1 - começou por funcionar com luz a petróleo, tendo sido electrificado em 1909. Fortaleza tinha como objectivo a defesa elativamente à China podendo a sua artilharia abranger toda a área peninsular. *2 - Património Mundial - UNESCO, 2005

Autor e Data

Sofia Diniz 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login