Casa de João Vaz Correia e Capela de Nossa Senhora do Bom Sucesso / Sede do Rancho Folclórico da Casa do Povo / Museu Etnográfico de Válega

IPA.00000782
Portugal, Aveiro, Ovar, Válega
 
Arquitectura residencial e religiosa, barroca. Casa barroca de planta rectangular e piso único e capela longitudinal adossada à direita. Ambos de grande sobriedade e singeleza formal. A estrutura da capelinha é muito simples, centrando-se o seu interesse no retábulo repintado, do estilo de transição para o estilo joanino, tendo colunas torsas decoradas com putti e Anjos e, ao centro, uma Virgem com o Menino.
Número IPA Antigo: PT020115070003
 
Registo visualizado 341 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa    

Descrição

Planta composta por solar de planta rectangular e capela longitudinal. Massa simples com coberturas diferenciadas em telhado de quatro águas no solar e de duas na capela. Os dois corpos adossados encontram-se por entablamento único, delimitando-se a capela pelos cunhais laterais que emolduram a fachada, terminando em pináculos. Capela de registo único onde se rasgam um portal com remate semi-circular interrompido e fechado em bola e dois vãos laterais, gradeados e coroados por volutas, e frontão triangular, inscrevendo-se no cimo uma cruz assente em pedestal, com correspondência na cabeceira. A fachada do edifício anexo é marcada ritmicamente por quatro vãos almofadados com cimalha - mais dois do lado esquerdo - que ladeiam, dois a dois, o parente vão central rectangular com escadaria simples de três degraus. O interior da capela, iluminado pelos postigos da fachada e por vão idêntico aberto na nave, inclui lambril de azulejaria moderna, concordante com o altar-mor, um tecto em caixotões de madeira, em quatro fiadas, e um retábulo na parede fundeira, de estrutura semicircular, de talha polícroma, tendo ao centro, escultura assente em mísula.

Acessos

Válega, Rua Irmãos Oliveira Lopes, Quinta e Rego

Protecção

Categoria: IM - Interesse Municipal, Edital n.º 8/2005, da Câmara Municipal de Ovar de 09 fevereiro 2005 *1

Enquadramento

Urbano. Isolado, numa das ruas principais da vila, defronte a um pátio e com entrada murada.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Cultural e recreativa: sede de associação recreativa / Cultural e recreativa: museu

Propriedade

Privada

Afectação

Época Construção

Séc. 17

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITETO: Januário Godinho (1981).

Cronologia

Séc. 17 - provável construção da casa; 1722 - data inscrita na fachada - "esta capela mandou fazer o Licenciado João Vaz Correia", proprietário dos ofícios de Pereira Jusã, anexa à casa e quinta de Corga; por morte da descendência, passou ao procurador e, mais tarde, ao juiz Albino António Leite de Resende; 1728 - data da lápide da sepultura do fundador, no interior da capela;1730 - data da lápide da sepultura de Mariana de Jesus; 1742 - data da lápide da sepultura de Ana Maria Soares de almeida; 1981 - instalação da Casa do Povo no local, conforme projeto de adaptação do arquiteto Januário Godinho; 1998 - inauguração do Museu Etnográfico de Válega no local, albergando um espólio recolhido na Freguesia pelo Grupo de Folclore.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes.

Materiais

Calcário (cantarias), Tijolo (coberturas) e Madeira (tecto em madeira de Castanho e superfície retabular).

Bibliografia

OLIVEIRA, Padre Manuel de, Válega. Memória Histórica e Descritiva; GONÇALVES, A. Nogueira, Inventário Artístico de Portugal. Distrito de Aveiro, X, Lisboa, 1981, pp. 198 - 199; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/71610 [consultado em 14 outubro 2016].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMC

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DREMC

Intervenção Realizada

1985, posterior a - reconstrução integral.

Observações

*1 - DOF: Capela de Nossa Senhora do Bom Sucesso e imóvel do princípio do séc. XVIII com o qual faz conjunto. *2 - O fundador encontra-se sepultado numa das três campas existentes no interior do templo.

Autor e Data

Margarida Alçada 1983 / Carlos Ruão 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login