Liceu de Camões / Escola Secundária Luís de Camões

IPA.00007763
Portugal, Lisboa, Lisboa, Arroios
 
Arquitectura educativa. Liceu que inaugura, entre a arquitectura escolar, um novo modelo, marcado pelo risco de Ventura Terra que, além deste, é também autor dos projectos dos liceus de Pedro Nunes e de Maria Amália Vaz de Carvalho. Dentro do panorama da arquitectura da época, distinguem-se pelas "propostas de expressão técnica e funcionalmente racionalistas" (Tostões, p. 513), numa linha decorativamente despojada e de volumetrias simples. Utilização de ferro e vidro na cobertura do ginásio.
Número IPA Antigo: PT031106440529
 
Registo visualizado 175 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Educativo  Escola  Liceu  Tipo Monarquia

Descrição

Planta regular e simétrica, de dois pisos, de "esquema em tridente" (França, p. 149), composta pela fachada principal, dois corpos laterais, e um central, paralelo a estes, criando dois vastos espaços abertos, rectangulares, destinados a recreio. As salas de aula distribuem-se essencialmente pelos corpos laterais, no central localizam-se o ginásio e refeitório, enquanto que o corpo constituinte da frontaria alberga, entre outras, as instalações administrativas. Tem o busto de Camões.

Acessos

Praça José Fontana; Rua da Escola de Medicina Veterinária; Rua Almirante Barroso

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público, Portaria n.º 740-N /2012, DR, 2.ª série, n.º 248 de 24 dezembro 2012

Enquadramento

Urbano. Ocupa cerca de metade de um extenso quarteirão limitado pela Praça José Fontana, ruas Almirante Barroso, da Escola de Medicina Veterinária e Dona Estefânia. É para a Praça José Fontana, de configuração triangular e organizada em torno do Jardim de Henrique Lopes de Mendonça, que se volta a frontaria da escola, separada da artéria urbana por muro gradeado e espaço calcetado que acompanham toda a fachada. A S., em quarteirão vizinho, ergue-se um outro edifício escolar, também de grande impacto urbano: a Escola Superior de Medicina Veterinária (v. PT031106441078). A N., e quase "paredes meias" com o antigo Liceu, voltado à Rua Almirante Barroso, situa-se o edifício da primitiva Escola Industrial António Arroio (v. PT031106440245).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Educativa: liceu

Utilização Actual

Educativa: escola secundária

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: Miguel Ventura Terra (1907). CONSTRUTOR: António Ribeiro (1908-1909). ESCULTOR: Fernando Fernandes (1970).

Cronologia

1907 - data do projecto, da autoria de Miguel Ventura Terra (1866-1919), para instalar um liceu, em terrenos do Estado, encomendado pelo Ministério do Reino - Direcção-Geral da Instrução Secundária Superior Especial; 1908, Janeiro - início da construção, estando as obras a cargo de António Ribeiro; 1909, 16 Outubro - inauguração; 1970 - execução do busto de Camões, em bronze, por Fernando Fernandes, por iniciativa do estabelecimento de ensino; 1972 - inauguração do busto; 2006, 03 agosto - Despacho de abertura do processo de classificação pelo vice-presidente do IPPAR; 2011, 06 dezembro - proposta de classificação como Monumento de Interesse Público pela DRCLVTejo.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

Ministério das Obras Públicas, Relatório da Actividade do Ministério no ano de 1952, Lisboa, 1953; Ministério das Obras Públicas, Relatório da Actividade do Ministério no ano de 1954, Lisboa, 1955; Ministério das Obras Públicas, Relatório da Actividade do Ministério nos anos de 1957 e 1958, 1º Volume, Lisboa, 1959; Ministério das Obras Públicas, Relatório da Actividade do Ministério nos Anos de 1959, 1º Volume, Lisboa, 1960; Ministério das Obras Públicas, Relatório da Actividade do Ministério no Ano de 1961, 1º Vol., Lisboa, 1962; FERREIRA, Rafael Laborde, VIEIRA, Victor Manuel Lopes, Estatuária de Lisboa, Lisboa, Amigos do Livro, Lda., 1985; Guia Urbanístico e Arquitectónico de Lisboa, Lisboa, AAP, 1987; Plano Director Municipal, Lisboa, CML, 1995; FRANÇA, José-Augusto, A Arte em Portugal no Século XIX, Lisboa, Bertrand, 1990 (3ª ed.), vol.2; TOSTÕES, Ana, Arquitectura Portuguesa do Século XX, in História da Arte Portuguesa, ( dir. Paulo Pereira), Lisboa, Círculo dos Leitores, 1995; Portugal. Arquitectura do Século XX (Catálogo da Exposição Portugal-Frankfurt 97), Lisboa, 1997; Arquitecto Ventura Terra (1866-1919), Lisboa, Assembleia da República, 2009; http://arqpapel.fa.utl.pt/jumpbox/node/74?proj=Liceu+Cam%C3%B5es, 16 Setembro 2011; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/8832289 [consultado em 11 janeiro 2017].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DREL/DEM

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

DGEMN: 1954 - realização de obras de reparação e conservação periódica, pela Direcção dos Serviços de Construção e Conservação; 1957 - obras pelos Serviços de Construção e Conservação; 1959 - construção de 1 salas em pavilhão pré-fabricado, pelos Serviços de Construção e Conservação, em conjugação com a Junta de Construções para o Ensino Técnico e Secundário; 1961 - obras de conservação geral do interior, pelos Serviços de Construção e Conservação.

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Filomena Bandeira 1998

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login