Capela de Nossa Senhora da Conceição

IPA.00000735
Portugal, Beja, Alvito, Vila Nova da Baronia
 
Arquitectura religiosa, vernacular. Capela de dimensões médias de planta longitudinal composta por nave e capela-mor mais estreita e baixa, surgindo uma sacristia e capela lateral adossadas. Fachada principal em empena, com pequena sineira, com vãos em eixo composto pelo portal de verga recta arquitravado, ladeado por janelas e encimado por óculo. Alçados com cunhais apilastrados. Cobertura em abóbada de berço e capela-mor bem rasgada e pouco profunda. Interior com azulejo seiscentista e setecentista, de tapete. À simplicidade e estaticidade dos alçados exteriores contrapõe-se a rica composição polícroma do revestimento azulejar de padrões polícromos combinados do interior. Existência de um registo de pintura mural.
Número IPA Antigo: PT040203020011
 
Registo visualizado 315 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Capela / Ermida  

Descrição

Planta longitudinal, composta pelo rectângulo da nave ( 7,70 x 5,15 m. ), a que se adossa o pequeno rectângulo da capela-mor a N. e o da sacristia a S.. Volumes articulados com coberturas diferenciadas em telhado de duas águas sobre o corpo da igreja e a sacristia. Fachada principal virada a S., com empena rematada por campanário de enrolamentos, ornatos florais e sineta de bronze, surgindo pináculos sobre acrotérios encimando os cunhais. No eixo central, rasga-se um portal de vão rectangular adintelado, encimado por nicho em volta perfeita, com fundo azulejar e um óculo sob a empena, sendo o portal ladeado por um vão quadrado moldurado. Na fachada lateral E., nota-se o balanço da capela lateral, de empena triangular. No nicho, forrado a azulejo de padrão seiscentista, um crucifixo sobre o monte do Calvário, com a inscrição: "Bemdita e louvada seja a Imaculada Conceição da sempre Virgem Maria, Mãe de Deus, raínha dos Santos e Senhora nossa, concebida sem pecado original 1655 M.F.P." INTERIOR: nave única coberta com abóbada de berço; alçados totalmente revestidas a azulejos policromos seiscentistas, de padrão de vários tipos, de cariz semelhante aos que revestem o nicho da fachada principal e os da sacristia. Arco triunfal de volta perfeita, assente sobre pilastras, abrindo para uma capela-mor pouco profunda. Frontal do altar em azulejo representando aves e ramagens. Sacristia com cobertura em abóbada de berço e alçados totalmente revestidos a azulejos de tapete. Nela conserva-se um lavabo esculpido na urna com uma carranca e os símbolos da Imaculada Conceição e pequena pintura mural com o sinal do Redentor.

Acessos

Rua 5 de Outubro, Rua de Nossa Senhora da Conceição, Rua 25 de Abril *1

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 67/97, DR, 1.ªsérie - B, n.º 301 de 31 dezembro 1997

Enquadramento

Urbano, isolado, a meia encosta. Implantação harmónica junto a um largo arborizado, envolvido por casario, no entroncamento da Rua de Nossa Senhora da Conceição com a Rua Cinco de Outubro.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: capela

Utilização Actual

Religiosa: capela

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Beja)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17 (conjectural) / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

1655 - data inscrita no nicho da fachada, indicando a provável data de construção da capela, fundada por Sebastião Lopes Toscano, que nela instituiu missa quotidiana por sua alma e a deixou em 1673 ao sobrinho Manuel Álvares Toscano; séc. 18 - colocação dos azulejos do interior; 1977, Abril - Despacho de classificação como Imóvel de Interesse Público.

Dados Técnicos

Materiais

Paredes de alvenaria rebocada. Cantaria. Cobertura de telha assente em estrutura de betão. Pavimento de tijoleira prensada.

Bibliografia

ESPANCA, Túlio, Inventário Artístico de Portugal, Distrito de Beja, vol. 12, Lisboa, 1992; SIMÕES, Santos, Azulejaria em Portugal no séc. XVII, vol. 2, Lisboa, 1971.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

DGEMN: 1983 - substituição da cobertura e pavimento; reparação de rebocos, da torre sineira e pináculos.

Observações

*1 - DOF ... e seus azulejos. Incluído no Plano de Acção para as Terras da Baronia de Alvito, CMA, 1999.

Autor e Data

Isabel Mendonça 1993

Actualização

Paula Figueiredo 2001
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login