Igreja da Santa Casa da Misericórdia de Salvaterra do Extremo

IPA.00007303
Portugal, Castelo Branco, Idanha-a-Nova, União das freguesias de Monfortinho e Salvaterra do Extremo
 
Igreja da Misericórdia maneirista, composta por nave, coro-alto, capela-mor e sacristia adossada a esta última. Fachada principal simples, composta por portal enquadrado por alfiz e grande janela, única fonte de luz do edifício. Coberturas de madeira. Arco triunfal abatido, levemente apontado. Cria enorme vão de acesso à capela-mor, esta com as mesmas dimensões da nave. Coro-alto assente em 2 pilares. Retábulos setecentistas e oitocentistas. No interior, mantém-se 1 bandeira seiscentista da Irmandade da Misericórdia.
Número IPA Antigo: PT020505130050
 
Registo visualizado 151 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja de Confraria / Irmandade  Misericórdia

Descrição

Planta longitudinal, composta por nave, capela-mor e sacristia. Volumes articulados de disposição na horizontal com cobertura em telhado de 2 águas na nave e capela-mor e 1 água na sacristia. Fachada principal orientada a N. rebocada e pintada de branco e embasamento marcado, de coloração cinzenta. Ao centro, portal com porta de 2 folhas com bandeira, lintel em arco perfeito com impostas salientes, limitado por 2 pilastras jónicas e coroadas por 2 pináculos e unidos por cornija, constituindo alfiz. Num 2º registo, janela em arco perfeito, com caixilho a formar cruz e resplendor. Remate em empena com cornija e beiral, tendo, ao centro, cruz latina. Lateralmente, a E., pequeno campanário em granito com sineira de volta perfeita, rematada em empena. Fachada orientada a O. composta por aparelho rústico e remate em beiral. Cega no volume da nave; com janela no relativo à sacristia. Nesta fachada, existia 1 porta, agora entaipada, de acesso ao coro-alto com lintel em arco perfeito e impostas salientes. Na fachada E., encontra-se adossada uma construção e a fachada S. está implantada no terreno murado. INTERIOR de nave única com coro-alto suportado por 2 pilares toscanos em granito sobre plinto, com acesso por 2 lanços de escada no lado do Evangelho. Iluminação feita a partir da janela da fachada principal. Piso em mosaicos e tecto tripartido em madeira. Do lado do Evangelho, púlpito em granito de planta rectabgular, suportado por coluna do mesmo material, com acesso por lanço de degraus. Ao longo da nave, bailéus em granito. Arco triunfal em arco apontado com impostas salientes, ladeado por 2 altares laterais em madeira, dispostos em ângulo. Capela-mor com piso em lajeado de granito e tecto tripartido em madeira, tendo retábulo em madeira pintada. Pela capela-mor acede-se à sacristia localizada a E. por uma porta de madeira com lintel recto. Sacristia de planta rectangular, com iluminação directa por pequena janela situada a E.

Acessos

Largo da Igreja

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público, Portaria n.º 178/2013, DR, 2.ª série, n.º 67 de 05 abril 2013

Enquadramento

Urbano. Localiza-se a meia encosta, flanqueada por uma construção e adossada a terreno agrícola Em frente ao edifício, surge pequeno adro lajeado a cota superior relativamente à via pública. Próximo localiza-se a Igreja Matriz (v. PT020505130026).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja de confraria / irmandade

Utilização Actual

Religiosa: igreja de confraria / irmandade

Propriedade

Privada: Misericórdia

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1505 - supõe-se que seja a data da sua edificação; 2012, 29 outubro - publicação do projeto de decisão relativo à classificação do edifício como Monumento de Interesse Público, em Anúncio n.º 13633/2012, Dr, 2.ª série, n.º 209.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes e estrutura mista

Materiais

Madeira, reboco, granito, argamassa, telha lusa

Bibliografia

MENDES, António Lopes, Monografia de Salvaterra do Extremo, 25 de Janeiro de 1936; BARGÃO, J.D., Monografia de Salvaterra do Extremo, Setembro de 1945; Inventário dos bens culturais, Salvaterra do Extremo, Setembro de 1990; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/336301 [consultado em 14 outubro 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID; CMIAN

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

SCMSE

Intervenção Realizada

SCMSE: 1990 - Restauro do interior e exterior da Igreja.

Observações

*1 - fomos informados que funcionou na R. lateral o Hospital da Misericórdia existindo comunicação entre ambos os edifícios pelo interior do quarteirão.

Autor e Data

Luís Castro 2000

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login