Edifício na Rua do Arco da Graça, n.º 39 - 43

IPA.00006707
Portugal, Lisboa, Lisboa, Arroios
 
Edifício residencial multifamiliar e comercial, de gaveto urbano, muito alterado devido aos acrescentos que teve. É de realçar as janelas de guilhotina e as de gradeamento de madeira fazendo lembrar as rótulas, bem como o óculo que se rasga ao nível do 3º piso. No vértice direito da fachada central, no topo do cunhal, um escudo oval, picado, mas que ainda se consegue ver umas folhas entrelaçadas.
Número IPA Antigo: PT031106240186
 
Registo visualizado 572 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial multifamiliar  Edifício  Edifício residencial e comercial  

Descrição

Planta rectangular. Edifício de 5 pisos e águas furtadas coroado por um telhado de 2 àguas. Fachada principal - 1º piso: é rasgado por 3 portas, o revestimento é em azulejo azul e branco. O 2º e 3º pisos têm o alçado esquerdo cego. O central e direito são rasgados por 4 janelas de peito dispostas simétricamente. No cruzamento dos seus eixos vertical e horizontal de simetria, rasga-se uma outra janela mais pequena, com um gradeamento em madeira a formar losangos. Esta é encimada por um óculo. No 3º e 4º pisos o alçado já é todo rasgado por vãos. O 3º é rasgado por uma janela de peito, 2 de sacada e no meio destas, uma mais pequena idêntica à do piso inferior. O 4º piso tem 3 janelas de peito, e outra mais pequena, de gradeamento de madeira, idêntica às dos pisos inferiores e no seu alinhamento. Um cunhal em cantaria reforça os 3 primeiros pisos, sendo rematado no topo por um escudo oval, picado. Fachada N. - tem um tratamento mais uniforme. O 1º piso é rasgado por uma porta, os restantes são rasgados por 2 janelas de peito, cada um. Estas estão alinhadas só a partir do 2º piso. A fachada S. só é rasgada nos 2 últimos pisos. Um beiral coroa o edifício. Este é sobrepujado por águas furtadas rasgadas por 2 portas de vão rectangular uma varanda de ferro corre este corpo.

Acessos

Rua do Arco da Graça, n.º 39 a 43; Calçada Nova do Colégio, n.º 1 a 7

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 2/96, DR, 1.ª série-B, n.º 56 de 06 março 1996 / Incluído na Zona de Proteção do Castelo de São Jorge e restos das cercas de Lisboa (v. IPA.00003128)

Enquadramento

Urbano. Isolado no lado O. da Rua, ladeado a N. pela Cç. Nova do Colégio e a S. pela Tv. de Gaspar Trigo. Implantação Harmónica.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: edifício residencial e comercial

Utilização Actual

Residencial: edifício residencial e comercial

Propriedade

Privada

Afectação

Época Construção

Séc. 17 / 18 (conjetural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 17 - séc. 18 - provável construção do edifício; 2006, 22 agosto - parecer da DRCLisboa para definição de Zona Especial de Proteção conjunta do castelo de São Jorge e restos das cercas de Lisboa, Baixa Pombalina e imóveis classificados na sua área envolvente; 2011, 10 outubro - o Conselho Nacional de Cultura propõe o arquivamento de definição de Zona Especial de Proteção; 18 outubro - Despacho do diretor do IGESPAR a concordar com o parecer e a pedir novas definições de Zona Especial de Proteção.

Dados Técnicos

Sistemas estruturais

Materiais

Alvenaria, cantaria, azulejo, madeira, alumínio anodizado, ferro e telha.

Bibliografia

ARAÚJO, Norberto de, Peregrinações em Lisboa, Livro IV, s.d.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

João Silva 1992

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login