Igreja Paroquial da Comporta / Igreja de São Pedro

IPA.00006635
Portugal, Setúbal, Alcácer do Sal, Comporta
 
Arquitectura religiosa de estilo chão de raiz vernacular, pombalina, barroca. Igreja chã de grande simplicidade, com alçados austeros e de despojamento decorativo, com fachadas de vãos rectangulares verticalizantes, com frontispício delimitado por cunhais. Igreja de planta longitudinal de carácter simples e popular, de culto Mariano.
Número IPA Antigo: PT041505050039
 
Registo visualizado 109 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal, composta por dois corpos em justaposição, o da nave da igreja e a capela-mor com dois anexos, um de cada lado; Volumes articulados dispostos na horizontal. Cobertura diferenciada em telhados de duas águas. Todos os vão são rasgado em rectângulo e moldurados com cantarias rectilíneas. Fachada principal orientada a SO., com embasamento de leve proeminência, um pano delimitado lateralmente por pilastras de cunhal de perfil toscano; com 2 registos, o inferior marcado por portal de ombreiras e viga em cantaria, e o superior, por 2 janelas, de vãos preenchidos por vitrais modernos. Remate superior em cornija de coroamento e platibanda, sobrepujados por frontão angular, com insígnia central do culto Mariano, flanqueado por pináculos na continuação do pé direito dos cunhais, e cruz no topo. Fachada a SE. de 2 panos e 2 registos, no correspondente à nave, porta de acesso lateral ao templo, com três degraus, onde assentam os umbrais e, a meio do pano superior, uma janela; remate superior em empena rectilínea com beiral. Fachada a NO. de 2 panos, um correspondente à nave, com uma janela a meio; outro do anexo, com uma porta e uma janela; ambos com o remate superior em empena lisa e beiral. Fachada posterior com 2 janelas e cruz aposta no alçado; recuado o pano correspondente à separação da nave da capela-mor, cego, com torre sineira adossada à direita, com arco pleno, flanqueado por dois pináculos, com cata-vento no topo, sendo o remate de ambos os panos em frontão angular. Articulação exterior / interior desnivelado, pelo que se acede ao interior por três degraus. INTERIOR de espaço único, com capela-mor de altar-mor retabular em talha pintada e dourada, com espaço para trono de pirâmide de degraus, tendo na base um oratório com imagem sobre o sacrário e, lateralmente, 2 nichos para imagens, sobrepujando 2 portas estreitas que dão acesso, interiormente, ao trono; nos alçados laterais abrem-se duas portas de acesso aos anexos; a cobertura é em abóbada de berço, com molduramento nos topos, assente em friso. Nave separada da capela-mor por arco triunfal de arco pleno; com teia em madeira aberta no corredor central; os lumes são os já descritos, 2 janelas laterais e 2 do coro; a altura máxima da nave é de 8 metros, destacando-se o coro-alto a uma altura do pavimento de 3, 30 metros. O coro-alto com balaustrada em madeira, e sobrado assente em pilastras, igualmente em madeira, pintadas com leve lavor dourado. Sob o coro, existe o vestíbulo com guarda-vento em madeira e vidraça, existindo uma pia de água benta de cada lado, adossadas à parede; do lado da Epístola há um compartimento com escada de acesso ao coro e o lado oposto, uma pia baptismal. Cobertura de tecto de 3 planos, em madeira assente em cornija de coroamento. Pavimento em tijoleira e pedras tumulares. Destaque para o travejamento dos alçados laterais com tirantes de ferro.

Acessos

EN 253 / EN 253-1; Largo da Igreja

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, isolado, adossada, com amplo adro em terra batida, integrado num conjunto habitacional murado, casas de tipo unifamiliar de antigo bairro de trabalhadores da empresa Atlantic.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Setúbal)

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 18 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1789 - data inscrita em cantaria aposta no frontispício sobre a verga do portal (tendo pertencido, provavelmente, a parte de membro do templo. Foi encontrada durante reparações feitas na igreja).

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Alvenaria, cantaria, madeira, ferro, vitral, talha dourada, tijoleira, telha marselhesa.

Bibliografia

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Direcção de Obras do grupo Espírito Santo: 1997 - obras gerais.

Observações

Autor e Data

Albertina Belo 1999

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login