Pelourinho de Macieira / Pelourinho de Macieira de Cambra

IPA.00000660
Portugal, Aveiro, Vale de Cambra, Macieira de Cambra
 
Pelourinho quinhentista, de bloco prismático, com soco quadrangular de três degraus, onde assente base paralelepipédica e coluna octogonal, encimada por bloco cúbico com elementos heráldicos, encimado por pequena pinha.
Número IPA Antigo: PT010119060001
 
Registo visualizado 433 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição senhorial  Tipo bloco

Descrição

Estrutura em cantaria de granito, composta por soco quadrangular de três degraus, onde assenta base prismática octogonal, coluna chanfrada octogonal e coroamento em pinha paralelepipédica mutilada, com decoração de emblemática: escudete, roseta e duas cruzes, uma delas trevada.

Acessos

Praça da República. WGS84 (graus decimais) lat.: 40.855616; long.: -8.377608

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 23 122, DG, 1ª Série, nº 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Urbano. Isolado numa praceta jardinada, defronte aos antigos Paços do Concelho, com construções destoantes.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1514, 10 Fevereiro - concessão de foral por D. Manuel I; construção do pelourinho; 1758, 09 Junho - nas Memórias Paroquiais, assinadas por Manuel de Melo, é referido que a povoação, com 880 pessoas, é donatária do Condado, pertencendo ao Infante D. Pedro; pertence à Comarca de Esgueira e à Correição de Vila da Feira, de que dependem 2 juízes ordinários e câmara; 1927 - extinção concelhia, dando lugar a Vale de Cambra; 1950 / 1960 - deslocação do imóvel, inicialmente encostado ao edifício dos Paços do Concelho, ao lado direito do portal, para um local frontal.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autónomo.

Materiais

Estrutura em cantaria de granito.

Bibliografia

CORREIA, Azevedo de, Arte Monumental Portuguesa, vol. 1, Porto, 1975, p. 53; GONÇALVES, A. Nogueira, Inventário Artístico de Portugal. Distrito de Aveiro, XI, Lisboa, 1991, p. 167; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997, p. 252; MARQUES, Maria Clara, Monografia de Vale de Cambra, Vale de Cambra, 1993, pp. 183 - 184; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/73764 [consultado em 14 outubro 2016].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 22, n.º 21, fl. 119-126)

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

Autor e Data

Margarida Alçada 1989 / Carlos Ruão 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login