Igreja Paroquial de São Marcos da Ataboeira / Igreja de São Marcos

IPA.00006559
Portugal, Beja, Castro Verde, São Marcos da Ataboeira
 
Arquitectura religiosa, maneirista, barroca. Igreja paroquial com planimetria de nave única e capelas laterais, assim as soluções construtivas, são características da tradição maneirista. Fachada principal com elementos decorativos populares do período barroco. Segue a tipologia habitual da Ordem de Santiago.
Número IPA Antigo: PT040206050019
 
Registo visualizado 103 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal, escalonada, composta pela nave e capela-mor de planta quadrangular, cobertura diferenciada em telhado de duas águas na nave e cúpula revestida a telha na capela-mor. Fachada principal orientada a O., de pano único definido por pilastras, com portal sobrepujado por verga saliente, duas volutas em argamassa e pedra de armas da Ordem de Santiago, enquadrado por dois nichos, empena triangular com cornija, ladeada por acrotérios com pináculos piramidais e encimada por acrotério com cruz em ferro. Torre sineira adossada no ângulo NO., de planta em L, com dois pisos separados por leve molduração e de um só pano delimitado por pilastras, olhal com arco de volta perfeita, assente em pilastras, cobertura em abóbada com pirâmides nos ângulos enquadrando frontão com óculo (o do alçado O. tem encastrado o relógio). Alçado S. com cinco panos definidos por contrafortes, rasgando-se no terceiro pano a porta lateral e no quinto a fresta de iluminação da capela-mor; os cunhais e os dois contrafortes centrais são encimados por pináculos piramidais. Alçado E. cego, com o volume da sacristia recuado em relação ao da capela-mor, que possui pináculos piramidais nos ângulos. Alçado N. de um só pano com pequeno vão de iluminação da sacristia, porta da sacristia e porta do anexo, a que se segue, ligeiramente recuado, o volume da torre, com porta própria. Interior de uma só nave com cobertura de forro de madeira. Do lado do Evangelho, junto ao portal, abre-se o baptistério, com acesso por arco de volta perfeita assente em pilastras, encerrado por grade de madeira; ao meio da nave, púlpito com grade de madeira. Do lado da Epístola, defronte do púlpito, rasga-se a porta lateral. Arco triunfal de volta perfeita assente em pilastras; teia de madeira; capela-mor mais estreita que a nave, coberta por cúpula; altar-mor de alvenaria com retábulo de talha policromada e dourada. Do lado do Evangelho rasga-se fresta de iluminação.

Acessos

Largo Vinte e Cinco de Abril

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, destacado, isolado, antecedido por um adro e ladeado por um jardim.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Beja)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 16, segunda metade - construção; séc. 18, meados - decoração em argamassa da frontaria e campanário; séc. 19, finais - grade do púlpito, grade do baptistério e teia; 1985, 24 Abril - Proposta de classificação pela CM de Castro Verde; 2008, 28 Novembro - Proposta de encerramento do processo de classificação pela DRCAlentejo; 10 Dezembro - Despacho de encerramento do processo de classificação pelo Director do IGESPAR.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes (nave); estrutura mista (capela-mor).

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e caiadas, estrutura e forro do telhado em madeira.

Bibliografia

COSTA, João José Alves da, O Termo de Castro Verde. Um Contributo para a sua História, Castro Verde, 1996.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

PROPRIETÁRIO / JFSão Marcos da Ataboeira: 1995 / 1996 - obras de conservação.

Observações

Autor e Data

José Falcão e Ricardo Pereira 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login