Núcleo urbano da vila de Monsaraz / Núcleo intramuros de Monsaraz

IPA.00006512
Portugal, Évora, Reguengos de Monsaraz, Monsaraz
 
Núcleo urbano sede de freguesia. Vila situada em colina na fronteira do Alentejo. Vila de fundação régia com castelo e cerca urbana. Sede concelhia medieval.
Número IPA Antigo: PT040711030002
 
Registo visualizado 727 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Vila  Vila medieval  Vila fortificada  Senhorial (casa de Bragança)

Descrição

Conjunto urbano de planta oval irregular e muito alongada, orientada segundo um eixo longitudinal NE. - SO., com cerca urbana amuralhada e sistema fortificado adossado ao paramento SE. da cerca (v. PT040711030048), que define um espaço urbano que conteve a evolução da vila até à época actual, correndo em linha de nível de cota estável. Os arruamentos estruturam-se em função dos eixos ortogonais, numa quadriculatura rara no urbanismo medieval, sendo o eixo SE. - NO. estruturado pelas ruas da Matriz e da Cisterna e o eixo NE. - SO. pela rua do Paço da Audiência. Encostada ao paramento escarpado de SO., fica a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Lagoa, definindo pequeno adro fronteiro, e destacando-se pelas torres sineiras e cúpula da capela-mor; no seu interior talhas douradas na capela-mor e capelas laterais, trabalhos de estuque na sacristia e arca tumular, lavrada em mármore com cenas figuradas, de Gomes Martins Silvestre. É flanqueada pelo Paço da Audiência do Concelho, em cujo interior se situa famosa composição mural com a temática de "O Bom e o Mau Juiz". Na R. Direita destaca-se o edifício da ermida de São José, de planta quadrangular e cobertura em cúpula. Conjunto habitacional de um e dois pisos apresentando ao nível dos interiores: pavimentos em placas de xisto irregulares ao nível do r/c, em soalho assente em estrutura de madeira nos restantes pisos; paramentos rebocados e caiados; existência de grandes chaminés e lareiras por vezes reaproveitados com outras funções.

Acessos

EN256

Protecção

Categoria: MN - Monumento Nacional, Decreto nº 35 443, DG, 1º série, nº 1 de 02 janeiro 1946 / ZEP, Portaria, DG, 2ª série, nº 187 de 14 agosto 1951 / Decreto nº 516/71, DG, 2ª série, nº 274 de 22 novembro 1971 *

Enquadramento

Rural, implantado em colina entre as cotas altimétricas de 275 e 325m. Ocupa posição de destaque na paisagem envolvente, proporcionando vistas amplas sobre a planície a O. e sobre o vale do Guadiana e a raia de Espanha a E. A vila faz parte do conjunto de cinco freguesias que compõem o concelho de Reguengos de Monsaraz.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Não aplicável

Afectação

Não aplicável

Época Construção

Séc. 13 / 14

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: Pero Gomes ( Igreja de Nossa Senhora da Lagoa, atr. ESPANCA, 1978); ENGENHEIROS MILITARES: Nicolau de Langres e Jean Gillot (fortificação, 1644).

Cronologia

Séc. 13 - núcleo fundador do castelo; 1276 - concessão de foral por D. Afonso III; séc. 14 - cerca muralhada; Séc. 15 - Paço da Audiência; 1561 - provável construção da Igreja de Nossa Senhora da Lagoa; 1644 - renovação do sistema defensivo; 1708 - fundação da Ermida de São José para ministrar os ofícios divinos aos presos da cadeia sobranceira.

Dados Técnicos

Não aplicável

Materiais

Não aplicável

Bibliografia

COSTA, António Carvalho da, Corografia Portuguesa, 1706, Lisboa, tomo II, p.517; MATOS, Gastão de Melo de, Nicolau de Langres e a sua obra em Portugal, Lisboa 1941; Ministério das Obras Públicas, Relatório da Actividade do Ministério no ano de 1956, Lisboa, 1957; ESPANCA, Túlio, Notável achado de Arte em Monsaraz, Évora, 1958; GONÇALVES, José Pires, Monsaraz e o seu termo, Boletim da Junta Distrital de Évora, nº 2 e 3, Évora, 1961 / 1962; GONÇALVES, José Pires, O fresco do paço da audiência de Monsaraz, Boletim da Junta Distrital de Évora, nº 5, 1964; ESPANCA, Túlio, Inventário Artístico de Portugal- Distrito de Évora, Vol. 19, Lisboa, 1978; ARMAS, Duarte de, Livro das Fortalezas, INAPA, 1990; TEIXEIRA, Luís, VALLA, Margarida, O Urbanismo Português, Séc. XII - XVIII, Portugal - Brasil, Lisboa, Livros Horizonte, 1999.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMS; BNL: [Monsaraz], Nicolau de Langres, Desenhos e Plantas de todas as Praças do Reyno de Portugal, c. 1661 (Códice 7445); GEAEM: Planta da praça de Monsaraz, Miguel Luís Jacob, 1755.

Documentação Fotográfica

IHRU: SIPA, DGEMN/DSID, DGEMN/DREMS; IHRU: Arquivo Pessoal de Frederico George

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMS, DGEMN/DSARH; IHRU: Arquivo Pessoal de Frederico George; DGARQ/TT: Memórias Paroquiais, vol. 24, nº 185, p. 1307 a 1330.

Intervenção Realizada

DGEMN: 1956 - Obras de pequena envergadura, pelos Serviços dos Monumentos Nacionais; 1981 - recuperação de edifícios; 1985 - obras de recuperação; 2000 - renovação da instalação eléctrica; recuperação de edifícios de habitação na Rua Direita, nºs 1 e 3.

Observações

* DOF: Fortificações e todo o conjunto intramuros de Monsaraz.

Autor e Data

Manuel Branco e Castro Nunes 1994

Actualização

Anouk Costa, Cláudia Morgado, Rita Vale 2011
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login