Igreja de São Pedro

IPA.00006309
Portugal, Santarém, Chamusca, União das freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande
 
Igreja maneirista e barroca, de planta retangular, fachada principal delimitada por cunhais apilastrados sobrepujados por bolas sobre acrotérios, rasgada por portal de verga recta ladeado por duas janelas e rematada por frontão contracurvado com cruz no topo. Nave única coberta por abóbada de berço e capela-mor coberta por abóbada de caixotões pintados. Altar-mor com retábulo em talha dourada em estilo nacional.Na capela revelam-se elementos formais ainda maneiristas - fachada rectilínea, espacialidade da nave, proporções e linguagem do arco triunfal e dos altares colaterais - a par de um vocabulário dinâmico de cariz barroco, patente no recorte do frontão e nas volutas que o enquadram, na composição do portal de linguagem erudita, e na decoração da capela-mor, que vive da conjugação do azulejo, com a pintura mural, com os embrechados e com a talha dourada. Apresenta semelhanças com outras capelas ou pequenos templos do ribatejo como a Capela de São José da Golegã (PT031412010004) e a Igreja da Misericórdia de Constância (PT031408010003).
Número IPA Antigo: PT031407010002
 
Registo visualizado 375 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja  

Descrição

Planta longitudinal, composta; volumes escalonados com coberturas diferenciadas em telhado; assente no telhado da sacristia uma sineira; sobre a empena angular da fachada posterior um obelisco, sobre os cunhais acrotérios com bolas. Fachada principal a E., de pano único, delimitado por cunhais apilastrados sobre plintos, rematados por bolas sobre acrotérios; 3 registos, o superior em frontão contracurvado com aletas adossadas exteriormente e cruz no topo; no eixo da fachada rasga-se amplo portal, de verga recta, pilastras laterais da ordem toscana e entablamento com quadrifólios vazados, sobre o qual assenta um nicho de verga semicircular sobrepujado por frontão triangular interrompido, enquadrado lateralmente por pilastras; no nicho a imagem em pedra do orago; dos lados do portal 2 janelas rectangulares molduradas. INTERIOR: nave única coberta por abóbada de berço assente em sanca envolvente; púlpito do lado do Evangelho, com caixa de balaústres torsos em madeira e base em cantaria; arco triunfal redondo, enquadrado por pilastras toscanas e encimado por frontão triangular coroado por bolas; dos lados do arco 2 pequenos altares em cantaria, assentes sobre rodapé em mármore, com almofada de embrechados, constituídos por nichos enquadrados por pilastras e rematados por entablamento coroado por fogaréus e cruz central. Capela-mor, antecedida por teia de balaústres torsos em madeira, coberta por abóbada de caixotões pintados com enrolamentos vegetalistas; abaixo da sanca as paredes são cobertas por painéis azulejares em azul e branco, com cercaduras de acantos e cenas campestres centradas por cartelas de volutadas com cenas da vida do orago; 2 janelas e 2 portas rasgam as paredes laterais; no altar-mor retábulo em talha dourada em estilo nacional, com tela fechando a tribuna, representando Nossa Senhora do Ó; frontal em talha e banqueta em mármores embrechados. Sacristia com cobertura em caixotão em pedra.

Acessos

Rua Direita de São Pedro

Protecção

Categoria: IM - Interesse Municipal, Decreto n.º 67/97, DR, 1.ª série-B, n.º 301 de 31 dezembro 1997 *1

Enquadramento

Urbano, em planície. Implantada na principal via de circulação da povoação, está, juntamente com o Prédio Arte Nova (v.PT031407010012), saliente em relação aos restantes edifícios; é antecedida por escada de 3 degraus, tendo as fachadas laterais e posterior adossadas a outros edifícios, sendo o da direita o prédio Arte Nova.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja

Utilização Actual

Religiosa: igreja

Propriedade

Privada: Misericórdia

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1672 - 1681 - construção da Igreja de São Pedro (segundo datas na verga e na porta, respectivamente), com um legado deixado à Santa Casa da Misericórdia pelas irmãs Grandia, Branca Nunes Grandia e Leonor Grandia Correia; 1698 - encomendada uma lâmpada de prata; é mandado dourar o retábulo, de acordo com o legado das mesmas irmãs; 6 meses depois a Mesa manda pintar o tecto e a tela para a tribuna; 1703 - executados os embrechados.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Estrutura em alvenaria de pedra rebocada e caiada; cobertura em telha cerâmica; cunhais, portal, molduras em cantaria; pavimentos em cantaria e tijoleira; caixilhos e portas em madeira.

Bibliografia

SEQUEIRA, Gustavo de Matos, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Santarém, vol. 5, Lisboa, 1949; GUIMARÃES, Manuel Garvão, Património Histórico-cultural - A Igreja de São Pedro, Chamusca Ilustrada, Ano 7º, nº 25, Maio de 1982; LIZARDO, Branca Maria Palla, Azulejos na vila da Chamusca, Chamusca, 1992; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/70766 [consultado em 2 janeiro 2017].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN / DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN / DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

*1 - DOF: Igreja de São Pedro, incluindo a talha do altar-mor e o revestimento de azulejos do séc. XVIII, na Rua Direita de São Pedro.

Autor e Data

Rosário Gordalina 1991 / Isabel Mendonça 1997

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login