Casa Testa e Amadores

IPA.00000597
Portugal, Aveiro, Aveiro, União das freguesias de Glória e Vera Cruz
 
Casa residencial e comercial, Arte Nova e eclética de gosto classicista. Implantada em gaveto de acentuada horizontalidade suprida pela elevação dos frontões que faz destacar dois eixos verticais, bem como a marcação dos panos por um ritmo de pilastras que sobressaem firmadas por acrotérios que rompem o remate em platibanda plena. O acentuado ritmo das fachadas é marcado pelos vãos e pelos remates em frontão, onde se destaca o nome da empresa, bem como pela decoração azulejar das paredes do 1º piso e do friso que contorna todo o edifício a nível da cimalha. Os interiores, da zona comercial e residencial, mantêm a sua estrutura inicial e decoração original.
Número IPA Antigo: PT020105060047
 
Registo visualizado 616 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa  Casa residencial e comercial  

Descrição

Edifício em gaveto, massa simples de acentuada horizontalidade, de 2 pisos separados por friso e cobertura em domo. Fachadas constituídas por 8 panos, 2 do lado esquerdo, pano do gaveto e 5 à direita, demarcados por pilastras firmadas por acrotérios; friso de azulejo com motivos fitomórficos estilizados, policromos azul e verde sobre fundo branco, percorre todo o edifício a nível superior e sobre o qual assenta cornija que suporta a platibanda plena do remate. Os panos correspondentes ao gaveto e o terceiro da fachada direita são rematados por frontões sendo o do gaveto curvilíneo e decorado com folhas de acanto tendo no tímpano uma cartela onde se insere o nome da empresa"TESTA & AMADORES" e o da direita, correspondendo a uma água-furtada com varadim e guarda em ferro, curvo. O 1º piso com embasamento em cantaria, é rasgado por uma sucessão de vãos em arco abatido, com molduras de granito rematadas por friso saliente e protegidos por gradeamento trabalhado em ferro forjado, uns que funcionam como porta e outros como vitrinas; a vitrina do pano do gaveto é de moldura rectangular. Azulejos azuis e brancos, que representam grandes trevos de quatro folhas, inscritos em círculo com cercadura branca e azul, forram as paredes deste piso. O 2º piso é aberto por janelas de peito, de moldura rectangular, simétricas em relação aos vãos inferiores, destacando-se duas janelas de sacada, uma no pano do gaveto e outra a meio da fachada à direita, assentes sobre mísulas e com guarda em ferro forjado com motivos curvilíneos. INTERIOR: 1º piso correspondendo à zona comercial, apresenta espaços diferenciados adaptados à função, onde sobressai o balcão da antiga mercearia com o topo em mármore e decorado nas faces por painéis rectangulares traçados por linhas dispostas diagonalmente que se cruzam produzindo um efeito geométrico. Nas zonas destinadas aos serviços administrativos destaque para um friso de azulejos com flor-de-lis verde estampilhada. Através de hall, com porta decorada em ferro forjado, acede-se à escadaria com guarda que nos conduz ao 2º piso, Zona residencial, com amplas áreas que apresentam decoração em estuque nos tectos com motivos florais e geométricos.

Acessos

Avenida Santa Joana, n.º 31 a 43 (antiga Rua Miguel Bombarda), Rua Eça de Queirós, nº 3 a 4

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público, Portaria n.º 228/2013, DR, 2.ª série, n.º 72 de 12 abril 2013 / Incluído na Zona de Protecção do Edifício dos CTT (v. PT020105060087)

Enquadramento

Urbano, destacado, próximo do canal do Parque Municipal e da Ria de Aveiro, circundado por edifícios de relevo arquitectónico como o Mosteiro de Jesus (v. PT020105060001), Edifício dos CTT, Sé de Aveiro (v. PT020105060009), Antiga Sapataria Leitão (v. PT020105060027), Antiga Garagem da Rua Sousa Pizarro ( v. PT020105060036) e Edifício da Avenida Araújo e Silva.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa residencial e comercial

Utilização Actual

Residencial: casa (2.º piso) / Devoluto (1.º piso)

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITETO: Jaime Inácio dos Santos (atr., séc. 20)

Cronologia

Séc. 20 - construção do edifício com função residencial e comercial; 1914 - datação dos azulejos das fachadas, a nível do 1º piso, da fábrica Fonte Nova; 1922, 22 de Fevereiro - fundação do estabelecimento comercial, mercearia e tabaqueira, que ocupou o 1º piso; 2008, 18 de Fevereiro - Despacho da Subdirectora do IGESPAR foi determinada a abertura do procedimento administrativo relativo à instrução do processo de eventual classificação do imóvel; 2009, 21 outubro - Proposta da DRCCentro para a classificação como de IP e fixação de ZEP; 2012, 30 outubro - publicado em D.R., 2ª série, nº 210, o anúncio 13639/2012 com o projecto de decisão relativo à classificação como Monumento de Interesse Público (MIP) do Edifício "Testa & Amadores".

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Calcário; granito; azulejo; ferro; vidro; telha; ferro forjado

Bibliografia

NEVES, Amaro, A «Arte Nova» em Aveiro e seu Distrito, Aveiro, 1998, p. 75; CMA, Aveiro - Cidade Arte Nova (Guia e CD-ROM), Aveiro, 1999.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN / DSID, SIPA; CMA: Arquivo Fotográfico, Gabinete de Património

Documentação Administrativa

MC: DRCC, IGESPAR

Intervenção Realizada

Observações

As informações referentes à descrição do interior foram retiradas do Processo de Classificação da DRCC, elaborado pela Historiadora da Arte Lara Aguiar Tenreiro.

Autor e Data

Luísa Falcão 1999 / Cecília Matias 2008

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login