Edifício na Avenida Guerra Junqueiro, n.º 30 / Edifício da Pastelaria, Café e Restaurante A Mexicana

IPA.00005958
Portugal, Lisboa, Lisboa, Areeiro
 
Edifício residencial multifamiliar e comercial, modernista.
Número IPA Antigo: PT031106430319
 
Registo visualizado 1034 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial multifamiliar  Edifício  Edifício residencial e comercial  

Descrição

Estabelecimento comercial que se desenvolve em 3 pisos: r/c com pastelaria e salão de chá, cave com snack-bar, cozinha e fábrica de bolos e na sub-cave os arrumos. De planta composta em L, configurado pela articulação da ala O. (metade da área comercial do lote, inclui a pastelaria) com a ala S. (braço que se prolonga no logradouro do edifício, contendo o salão de chá), a cobertura é efectuada por pala de betão em balanço (sobre a esplanada) e terraço (no interior do lote, rasgado por clarabóia). O acesso processa-se através do alçado principal, a O., caracterizado pelo balanço da pala de resguardo (apoiada em 2 pilares de secção circular), pelo volume cilíndrico da tabacaria e pelo tratamento dos paramentos, revestidos de azulejos polícromos relevados. No interior, o salão de chá constitui-se como espaço principal, de planta sensivelmente rectangular, em plano sobreelevado, com tratamento diferenciado dos muros e articulação angular com o tecto, facetado. No muro E., reconhece-se o "passarinhário", recinto envidraçado, iluminado zenitalmente por clarabóia, e o painel cerâmico Sol Mexicano, da autoria de Querubim Lapa.

Acessos

Avenida Guerra Junqueiro, n.º 30. WGS84 (graus decimais): lat. 38,73998; long. -9,136181

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público, Portaria n.º 262/2014, DR, 2.ª série, n.º 71 de 10-04-2014 *1 / ZEP, portaria n.º 203/2017, DR, 2.ª série, n.º 146, de 31-07-2017 / Parcialmente incluído na Zona Especial de Proteção do Edifício do Instituto Nacional de Estatística (v. IPA.00007770)

Enquadramento

Urbano, integrado em prédio de rendimento, destacado, voltado para a Praça de Londres, nas proximidades do Instituto Superior Técnico (v. PT031106430168) e a Igreja de São João de Deus (v. PT031106430536).

Descrição Complementar

Pelo alçado O., uma escada permite acesso autónomo ao snack-bar da cave, espaço de planta irregular, em cujo muro N. se pode reconhecer a pintura mural Sol, da autoria de Mirya Toivolla e João Câmara Leme.

Utilização Inicial

Residencial: edifício residencial e comercial

Utilização Actual

Residencial: edifício residencial e comercial

Propriedade

Privada: pessoa colectiva

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITECTO: Jorge Ribeiro Ferreira Chaves (1961-1962). CERAMISTA: Querubim Lapa de Almeida (n. 1925)

Cronologia

1961/1962 - total remodelação da pastelaria Mexicana, segundo projecto do arquitecto Jorge Ferreira Chaves (1920-1982), sita ao nível do piso térreo de um prédio de rendimento construído na década de 40, propriedade da Caixa Sindical de Previdência dos Profissionais Barbeiros e Cabeleireiros; década de 70 - construção de tabacaria, junto à entrada, segundo projecto do mesmo autor; 1996, 08 julho - Despacho de homologação da classificação da pastelaria, café e restauante como Imóvel de Interesse Público, com a designação "Pastelaria, Café e Restaurante Mexicana incluindo o mobiliário".

Dados Técnicos

Estrutura autónoma

Materiais

Betão armado e moldado, alvenaria de tijolo, reboco pintado, cantaria de calcário, mármore, madeira, tijoleira, mosaico de grés, cerâmica vidrada, chapa de ferro, alumínio.

Bibliografia

Guia de Arquitectura de Lisboa 94, Lisboa, 1994; TOUSSAINT, Michel, A Pastelaria Mexicana e o Lado Expressionista da Arquitectura Moderna, in Arquitectos, Nº 132, Fev. 1994; PEREIRA, Paulo (dir. de), História da Arte Portuguesa, Vol. 3, Lisboa, 1995; Arquitectura del Movimiento Moderno. Registro Docomomo Ibérico. 1925-1965, 1996;

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID, SIPA; IGESPAR

Documentação Administrativa

CML: Arquivo de Obras, pº nº 8.276; IPPAR, pº nº 94/3 (2) e 1/31 (94)

Intervenção Realizada

1968 - 1971 - alterações internas ao nível da sobreloja (criação de uma sala para festas); 1977 - reparações e pinturas internas substituição da rede metálica que divide o logradouro por muro de alvenaria; 1979 - obras de consolidação e impermeabilização da pala *2.

Observações

*1 - DOF: Pastelaria Mexicana, incluindo o seu património artístico integrado. *2 - obras executadas pelo utente, de acordo com Pº de Obras.

Autor e Data

Teresa Vale e Carlos Gomes 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login