Povoado do Castelinho em Felgar

IPA.00005787
Portugal, Bragança, Torre de Moncorvo, União das freguesias de Felgar e Souto da Velha
 
Aglomerado proto-urbano. Povoado da Idade do Ferro. Castro com duas linhas de muralha de planta elíptica e torreão inscrito na muralha.
Número IPA Antigo: PT010409070027
 
Registo visualizado 37 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto urbano  Aglomerado urbano  Povoado  Povoado da Época do Ferro  Povoado fortificado  

Descrição

Povoado fortificado defendido por duas linhas de muralhas construídas em aparelho irregular, apresentando um contorno elíptico, formando a linha defensiva interior uma pequena acrópole na plataforma superior do outeiro. As muralhas apresentam troços particularmente conservados nos lados N., E. e S., chegando a atingir uma espessura máxima de c. de 2,5 m e uma altura com c. de 3 m. No lado N. do recinto, na área de mais fácil acesso, um montículo de terra poderá indiciar um pequeno torreão na muralha exterior, reforçando a defesa nessa zona, estando, aparentemente, a flanquear uma entrada. Á superfície detectam-se exclusivamente fragmentos de cerâmica comum da Época do Ferro.

Acessos

Cilhades; estradão desde Felgar; Gauss: M-297.4, P-475.3; Fl. 119

Protecção

Enquadramento

Rural, periférico, outeiro coberto de vegetação rasteira e amendoeiras, sobranceiro ao Rio Sabor.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Não aplicável

Utilização Actual

Não aplicável

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Época Construção

Idade do Ferro

Arquitecto / Construtor / Autor

Não aplicável

Cronologia

Dados Técnicos

Paredes autoportantes; muralhas construídas com blocos assentes em seco, em aparelho irregular, constituídas por dois paramentos paralelos preenchidos interiormente com pedra miúda.

Materiais

Muralhas em xisto.

Bibliografia

ALVES, Francisco Manuel, Memórias Arqueológicas - Históricas do Distrito de Bragança, vol. 9, Porto, 1934, p. 154 e 575; BRANDÃO, Domingos de Pinho, Denso - Uma nova divindade bárbara do panteão lusitano. Inscrição de Cilhades - Moncorvo, Lucerna, 1 (1), Porto, 1961, p. 26; Projecto Arqueológico da Região de Moncorvo, Inventário Arqueológico do Concelho de Moncorvo, policopiado, Torre de Moncorvo, 1993; LEMOS, Francisco Sande, Povoamento Romano de Trás-os-Montes Oriental, dissert. de doutoramento, polic., vol. IIa, Universidade do Minho, Braga, 1993, p. 353 - 354.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGEMN: DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

A c. de 300 m a S. encontra-se o povoado romano da Quinta de Cilhades.

Autor e Data

Paulo Amaral 1995

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login