Igreja Paroquial de São Vicente da Chã / Igreja de São Vicente

IPA.00005752
Portugal, Vila Real, Montalegre, Chã
 
Arquitectura religiosa, românica. Igreja românica de planta longitudinal, de duas naves e fachada principal em empena truncada de dois lanços. Decoração interior, nomeadamente os retábulos de talha, em estilo neoclássico. Constitui uma das pouquíssimas igrejas portuguesas que possui duas naves, ainda que uma seja mais curta. Pintura do tecto da nave de carácter popular.
Número IPA Antigo: PT011706040002
 
Registo visualizado 361 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal composta por duas naves rectangulares, uma delas mais curta, capela-mor, tendo adossada no topo torre sineira com acesso pelo exterior, e sacristia. Volumes escalonados com coberturas diferenciadas em telhados de duas águas. Fachada principal terminada em empena truncada, de dois lanços coroados por pináculos e cruz; é rasgada por portal de arco pleno com arquivoltas esculpidas sobre impostas e óculo superiormente. Corre a fachada, bem como a lateral, friso para apoio de alpendres e cachorros. No interior, lambril de azulejos imitando o enchaquetado, púlpito quadrado no lado do Evangelho, dois retábulos de talha verde e dourada no mesmo lado e um no lado da Epístola. Tecto de madeira de perfil curvo. No lado da Epístola, dois arcos plenos fazem ligação à outra nave, que possui no topo retábulo de talha verde e dourada e parte do tecto, pintado com figuração dos "benditos no céu e dos malditos no inferno". Arco triunfal com frontaleira de talha e capela-mor com retábulo de talha verde e dourada. Tecto de madeira em perfil curvo com medalhão central pintado.

Acessos

Rua do Adro

Protecção

Categoria: MN - Monumento Nacional, Decreto de 16-06-1910, DG n.º 136 de 23 junho 1910

Enquadramento

Rural. Isolada

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Religiosa: igreja paroquial

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 10 / 11 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 10 / 11 - Provável construção; séc. 18 - a freguesia era vigararia da apresentação do convento de Santa Clara, de Vila do Conde, passando posteriormente a abadia; 1839 - surgia integrada na comarca de Chaves; 1852 - passou para a comarca de Montalegre; séc. 19 - remodelações; 1840 - data do primeiro registo de baptismos documentado; 1860 - data do primeiro registo de casamento e de óbito documentado.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Paredes em alvenaria de pedra; cobertura em telha de barro, retábulos e tecto de madeira.

Bibliografia

IPPAR, Património Arquitectónico e Arqueológico Classificado, Lisboa, 1989; MARIZ, José (Coordenação), Inventário Colectivo dos Registos Paroquiais, vol. 2 - Norte, s.l., 1994.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Arquivo Distrital de Vila Real: Arquivo Paroquial (datas extremas: 1846 - 1885)

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Isabel Sereno e João Santos 1994

Actualização

Paula Noé 1997
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login