Pelourinho de Vila Velha de Ródão

IPA.00000574
Portugal, Castelo Branco, Vila Velha de Ródão, Vila Velha de Ródão
 
Pelourinho quinhentista, de pinha piramidal embolada, com soco quadrangular de três degraus, fuste cilíndrico, capitel cúbico, ostentando elementos heráldicos e remate em pináculo. Resulta de uma reconstituição novecentista, com aproveitamento de elementos do primitivo pelourinho. Coluna desprovida de base, com o capitel ornado pelos escudos e coroa de Portugal, cruz de Cristo e esfera armilar.
Número IPA Antigo: PT020511040001
 
Registo visualizado 161 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição de ordem militar  Tipo pinha

Descrição

Estrutura em cantaria de granito, composta por soco quadrangular de três degraus, o primeiro parcialmente enterrado no solo. Coluna desprovida de base e de capitel, com fuste cilíndrico de superfície plana, rematado por peça cúbica apresentando as armas nacionais, as armas da vila, a esfera armilar e a Cruz de Cristo, encimada por pirâmide truncada de base quadrada, coroada por meia esfera.

Acessos

Largo Vinte e Cinco de Abril. WGS84 (graus decimais) lat.: 39,652940; long.: -7,672795 (à rua)

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 23 122, DG n.º 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Urbano, destacado em superfície quase plana. Isolado num dos topos de espaço de tendência rectangular, delimitado por edifício de características eclécticas regionalistas e descaracterizados. Fronteiro à antiga casa da câmara com acesso através de arco pleno, encimado por relógio de sol.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 16 (conjectural) / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1199 - doação à Ordem do Templo, talvez responsável pela construção do castelo de Rodão; 1319 - passagem para a posse da Ordem de Cristo; séc. 16 - provável edificação do pelourinho; 1758 - nas Memórias Paroquiais, assinadas pelo pároco Frei João Baptista, é referido que a povoação, com 172 fogos, é do rei; tem juízes e câmara; 1836 / 1837 - extinção temporária do concelho; séc. 19 - deslocação do pelourinho do centro do largo para um dos lados; 1910 - apeamento do pelourinho, devido a obras de regularização do largo, conservando-se o remate; foi fotografado por Francisco António de Paula; apresentava soco com 2 degraus quadrangulares, fuste circular e remate prismático; 1936-1937 - reconstituição do pelourinho.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autónomo.

Materiais

Estrutura em cantaria de granito.

Bibliografia

AZEVEDO, Correia de, Inventário Artístico de Portugal, Beiras, Lisboa, 1992; CARDOSO, Nuno Catarino, Pelourinhos demolidos, Lisboa, 1935; DIAS, Jaime Lopes, Pelourinhos e Forcas do Distrito de Castelo Branco, V.N. de Famalicão, 1935; LEAL, Pinho, Portugal Antigo e Moderno, Lisboa, 1873; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997; PROENÇA, Raul e DIONÍSIO, Sant'Ana, Guia de Portugal, Beira II - Beira Baixa e Beira Alta, Lisboa, 1984; SALVADO, António, Elementos para um Inventário Artístico do Distrito de Castelo Branco, Castelo Branco, 1976; SOUSA, Júlio Rocha e, Pelourinhos do Distrito de Castelo Branco, Viseu, 2000; Terras com Foral ou Pelourinhos das Províncias do Minho, Trás-os-Montes e Beiras, Porto, 1967; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/72987 [consultado em 14 outubro 2016].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID; DGARQ/TT: Memórias Paroquiais (vol. 40, n.º 264, fl. 1623-1626)

Intervenção Realizada

Observações

*1 - é ainda referênciada a Tapada da Forca.

Autor e Data

Margarida Conceição 1993

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login