Quartel da Atalaia

IPA.00005660
Portugal, Faro, Tavira, União das freguesias de Tavira (Santa Maria e Santiago)
 
Arquitectura militar, pombalina. Quartel estruturado à volta de um pátio central com corpos de um e dois pisos e cobertura em telhados de quatro águas ao gosto pombalino. Frontaria com porta d'armas axial, rematada nos topos por torreões commcoberturas amansardadas. Exibe os mesmos conceitos de racionalização e funcionalidade aplicados na reconstrução pombalina de Vila Real de Santo António (v. PT050816020003)
Número IPA Antigo: PT050814060031
 
Registo visualizado 203 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Militar  Quartel militar    

Descrição

Planta rectangular composta por vários corpos ligados à volta de um grande pátio central. Volumes articulados com cobertura diferenciada em telhados de quatro águas e águas furtadas, telhados mardelianos com dois torreões no frontespício e terraços nos corpos limítrofes. Fachada principal a N. com sete panos delimitados por cunhais, dois deles rematados por urnas, soco, cimalha com beirado e gradeamento em ferro forjado; pano central com dois registos delimitados por frisos de cantaria e frontão recortado com a pedra de armas militar, rasgado por portão principal de arco abatido sobreposto por óculo elíptico; a encimar o portal lápide com a inscrição; dois corpos laterais idênticos com dois registos; no andar nobre sete janelas de peitoril, emolduramentos de cantaria com moldura recortada; no piso térreo seis frestas rectangulares e uma porta com moldura simples de cantaria; águas furtadas rematadas por cimalha com beirado, rasgadas por duas janelas de mansarda; dois registos idênticos aos dos restantes panos, excepto uma janela de sacada com guardas de ferro forjado e remate com cornija curva no torreão O.. Fachadas laterais idênticas com quatro panos, o primeiro e o segundo correspondente aos dois últimos do frontespício; o terceiro corpo com dois registos e 58 janelas de peito com molduras simples de cantaria; o último pano de um só registo com três frestas rectangulares. Fachada posterior com três panos de um só registo, delimitados por soco e cimalha com beirado; dois panos idênticos aos das fachadas laterais; último pano com portão de ferro com três frestas rectangulares e uma guarita circular sobre cunhal de cantaria.

Acessos

Rua Poeta Isidro Pires e Rua Nove de Abril

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público / ZEP, Portaria, n.º 721/2012, DR, 2.ª série, n.º 237, de 07 dezembro 2012

Enquadramento

Urbano, em planalto, isolado, no centro da urbe, abrindo as quatro fachadas para via de circulação.

Descrição Complementar

INSCRIÇÕES: inscrição portal - "No anno de 1795 a fidelissima raínha D. Maria I, a Nossa Senhora, mandou edificar este quartel para se alojar o regimento que guarnecesse esta praça, a instancias e por direcção do conde de Valereis Nuno José Fulgêncio de Mendonça Moura Barreto do Conselho de sua Majestade Governador e Capitam General deste Reino do Algarve, deputado da Junta dos Três Estados do Reino e nomeado prezidente do Tribunal da Meza da Consciencia e Ordens".

Utilização Inicial

Militar: quartel

Utilização Actual

Militar: quartel

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Ministério da Defesa

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

1795 - construção a mando de D. Maria I para alojar o regimento da Praça de Tavira, a instâncias e sob a direcção do conde de Valereis Nuno José Fulgêncio de Mendonça Moura Barreto; 2002, 08 agosto - Despacho de abertura do processo de classificação pelo Vice-Presidente do IPPAR; 2003, 07 maio - Parecer do Conselho Consultivo do IPPAR a propor a classificação como IIP - Imóvel de Interesse Público; 2003, 03 junho - Despacho de homologação de classificação como IIP pelo Ministro da Cultura; 2011, 12 abril - Proposta de ZEP pela DRCAlgarve; 2011, 31 maio - Parecer favorável da SPAA do Conselho Nacional de Cultura à ZEP; 2011, 29 de setembro - Publicado no DR, 2.ª série, n.º 188, o Anúncio n.º 13655/2011 de Projeto de decisão relativa à fixação da ZEP.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Cantaria, ferro, argamassa, vidro, telha de canudo

Bibliografia

ANICA, Arnaldo Casimiro, Tabira e o seu Termo, Memorando Histórico, Tavira, 1993; VASCONCELOS, Damião Augusto de Brito, Notícias Históricas de Tavira 1242-1840, Tavira, 1989.

Documentação Gráfica

CMTavira

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Não foi possível o acesso ao interior.

Autor e Data

Francisco Lameira 1997

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login