Casa dos Arcos / Casa de Camões

IPA.00005575
Portugal, Santarém, Constância, Constância
 
Casa abastada, na qual, devido às tranformações operadas no séc. 19, se torna difícil verificar o que ainda resta da construção primitiva, dividindo-se as opiniões a esse propósito. Raúl Lino que conheceu a casa antes do ciclone em 1941, quando parte das ruinas ainda se encontrava de pé, (BORGUETE, 1951) considera os vestígios da arcaria, cachorrada, etc., como construção anterior a época do Renascimento com possível influência mudéjar e restos de cantaria na fachada N. de feição manuelina, datando-a de c. de 1500; COSTA (1977) data-a de 1515.
Número IPA Antigo: PT031408010004
 
Registo visualizado 820 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa  Casa abastada  

Descrição

Planimetria longitudinal no sentido N. - S.; actualmente restam apenas, arruinado, o 1º registo e parte do 2º, sendo que o primeiro ocupava apenas cerca apenas cerca de metade do comprimento total e se dividia em 2 dependências rectangulares, irregulares com comunicação por uma porta e entrada a S. por largo portão rectangular. Muros portantes muito espessos de alvenaria de pedra e tijolo rebocada. Na face lateral O. abre-se porta rectangular. O 2º piso restam os arranques da cachorrada que suportava a arcaria de 5 vãos de volta perfeita já derrubada; na parte fundeira visumbra-se ainda as ruínas da antiga porta manuelina de uma porta quinhentista de verga recta e de uma janela de tijolo chanfrado de verga curva entaipada; na face lateral O. rasga-se sensivelmente no eixo da porta inferior, janela rectangular e caminhando para N. uma porta rectangular.

Acessos

Fachada S. pela Rua do Tejo e à fachada poente pelas Escadinhas de Tem-te-Bem

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 31/83, DR, 1.ª série, n.º 106 de 09 maio 1983

Enquadramento

Urbano. Fachada S. abrindo para a R. da Cova, sobranceira ao rio; fachada O. dando para escadas de acesso viela que desemboca no antigo Lg. do Pelourinho; fachadas N. e E. geminadas com outras casas de habitação.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Em obras *1

Propriedade

Afectação

Época Construção

Séc. 16 / 19

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Desconhece-se ao certo a data da construção da casa que a tradição diz ter sido habitada por Luis de Camões aquando do seu desterro no Ribatejo entre 1548 - 1550. Pelo estudo das ruínas Raul Lino conclui tratar-se de uma construção de fins do séc. 15 - inicios 16. O edifício foi muito alterado nos séc. 18 - 19 nele tendo funcionado os serviços da Câmara e Vereação e sendo posteriormente utilizado, ao nível inferior, como calafate. Arruinado com o ciclone de 1941 que destruiu parte da arcaria do 2º piso, cujos vestígios, semientaipados eram vísiveis ainda 1950. Em 1964 o 1º piso foi soterrado e transformado em quintal. Em 1976 toda a arcaria estava já destruída e assim permaneceu em ruína até hoje adaptação a Casa-Museu Luís de Camões e de um Centro Internacional de Estudos Camanonianos projecto da autoria de Victor Consiglieri com a participação da ESBAL, da ARCC e da Câmara Municipal de Constância.

Dados Técnicos

Materiais

Estruturas: alvenaria de pedra e tijolo, cantaria rusticada, arcos de tijolo. Coberturas: inexistentes, primitivamente seria em telhado de 3 águas. Revestimentos: reboco a cal.

Bibliografia

BURGETE, Adriano, A Casa Camões em Constância, LIsboa, 1951; AZEVEDO, Manuela, Quem vai reconstruir a Casa de Camões in Diário de Noticias, 21 Novembro 1964; COSTA, Maria Clara Pereira da e SEGURADO, Jorge, Da Investigação Histórica sobre a Casa de Camões em Constância, Lisboa, 1977; Associação para a reconstrução da casa - Memória de Camões, Camoniana Victor Fontes, Lisboa, 1986; AAVV, Conhecer Constância, Constância, 1997.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN / DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN / DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN / DSID

Intervenção Realizada

Decorrem as obras de adaptação a Casa-Museu.

Observações

*1 - em execução o projecto para a instalação da Casa-Memória Camões encomendado pela Associação para a Reconstrução da Casa-Memória de Camões ao Departamento de Arquitectura da ESBAL; autores do projecto Arquitectos Pedro Fialho e Vitor Consiglieri.

Autor e Data

Rosário Gordalina 1991

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login