Palacete de Belomonte / Palácio de Belomonte / Casa dos Pacheco Pereira

IPA.00005495
Portugal, Porto, Porto, União das freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória
 
Casa nobre barroca, de planta rectangular e frontespício de dois pisos e mansarda. Cornija ondulada, frontões recortados, simetria. A dimensão e proporção da Casa é desiquilibrada relativamente à área do jardim. O logradouro é constituído por uma faixa estreita com a extensão da Casa.
Número IPA Antigo: PT011312130095
 
Registo visualizado 826 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre    

Descrição

Edifício de planta rectangular alongada. Volume simples de cinco pisos voltados para o logradouro e dois pisos com um piso amansardado corrido e baixo para a R.. Cobertura em telhado de duas águas. A fachada principal voltada a N. é simétrica e subdividida em cinco partes por seis pilastras. Ao eixo e nos extremos deste alçado a cornija é arqueada para se inserir uma pedra de armas no centro e dois óculos nos topos. Estas duas pequenas aberturas apresentam uma moldura em granito muito trabalhada. As aberturas do r/c, todas elas portas, possuem verga curva abatida. No piso superior e alinhadas com as aberturas no piso inferior janelas de sacada corrida. Estas portas de verga curva perfeita são encimadas por frontões ondulados. Sobre o piso amansardado e dispostos de forma simétrica seis pináculos em cantaria lavrada no alinhamento das pilastras. Na fachada das traseiras uma varanda larga e comprida encaixada entre dois corpos salientes. A guarda em ferro é interrompida por plintos em granito encimados por pináculos. Destaque-se no espaço interior o espaço de entrada quadrado com pavimento em lajeado e escadaria em granito com balaústre no mesmo material. Sobre a escadaria uma clarabóia elíptica elevada com as paredes com estuques profusamente trabalhados. Tecto da entrada em caixotões de madeira. As salas do piso nobre com tectos em masseira apresentam pinturas.

Acessos

São Nicolau, Rua de Belomonte, n.º 49

Protecção

Incluído no Centro Histórico da Cidade do Porto (v. PT011312140163) e na Zona Histórica da Cidade do Porto (v. PT011312070086)

Enquadramento

Urbano, flanqueado por um edifício de três pisos e outro de dois. O lote do Palacete insere-se na zona mais estreita do quarteirão entre a Rua de Belomonte e a Rua do Comércio do Porto. Nas suas proximidades o imóvel classificado: Palácio de São João Novo.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa nobre

Utilização Actual

Residencial: edifício residencial / Educativa: escola superior

Propriedade

Privada

Afectação

Época Construção

Séc. 18 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 18 - Construção da Casa; séc. 19, meados - foi um dos principais centros de reunião da alta sociedade portuense mas, por morte de João Pacheco Pereira, com a passagem do edifício para uma linha colateral e, corrido tempo, uma demanda judicial prolongada, tiveram como consequência a decadência familiar; 1888 - A Casa é comprada pela Companhia de Ferro Através de África, que mandou retirar da fachada principal as armas dos Pacheco Pereira para as substituir pelo seu próprio escudo, rematado por coroa real.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Paredes de alvenaria de granito rebocada pelo lado exterior e interior; Paredes em tabique com acabamento estucado; Pavimentos revestidos a soalho de madeira ou lajeado de granito; Caixilharias em madeira pintada; Guardas das varandas em ferro fundido pintado; Tectos com estuques decorativos ou em madeira com pinturas.

Bibliografia

Guia de Portugal, IV, I, 4º vol. , Coimbra 1985; Porto a Património Mundial, Porto 1993; QUARESMA, Maria Clementina de Carvalho, Inventário Artístico de Portugal. Cidade do Porto, Lisboa, 1995.

Documentação Gráfica

AHMP (Planta de Telles Ferreira, 1892)

Documentação Fotográfica

DGPC: DGEMN:DSID, SIPA

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Julga-se que a Casa foi mandada construir por Pedro Pacheco Pereira. Já funcionou neste edifício o Colégio de S. Sebastião e o Banco Aliança.

Autor e Data

Isabel Sereno 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login