Capela de Nossa Senhora da Lapa / Capela da Lapinha

IPA.00005177
Portugal, Coimbra, Condeixa-a-Nova, União das freguesias de Condeixa-a-Velha e Condeixa-a-Nova
 
Capela seiscentista.
Número IPA Antigo: PT020604040011
 
Registo visualizado 129 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Capela / Ermida  

Descrição

Planta longitudinal composta por nave, capela-mor, coro-alto, sacristia à esquerdo da nave e pequeno altar lateral no lado oposto. Coincidência interior - exterior, com volumes articulados lateralmente. Disposição horizontal das massas da nave, em contraste com a verticalidade da capela-mor, quadrangular e mais alta. Coberturas diferenciadas em telhado de 2 águas sobre a nave e 4 na capela-mor. Fachada principal orientada a O. com um pano limitado por fortes cunhais. Empena angular de 3 secções, cornija e pequena sineira central. 2 pináculos piramidais terminados em esfera pontuam os ângulos fronteiros do edifício. Ao centro, rasga-se portal de verga recta com friso onde se lê a data de 1669 e óculo superior. Os alçados laterais mostram a diferença de altura do corpo principal e da capela-mor e pequenas aberturas rectangulares. INTERIOR: Espaço diferenciado, de iluminação escassa mas suficiente, sobretudo proveniente do óculo da frontaria. A capela-mor de planta quadrada é coberta por uma cúpula simples. Abriga retábulo de madeira com colunas jónicas e uma pintura da Anunciação, no cimo. Um alizar de azulejos de enxaquetados brancos e azuis nas paredes. No chão vê-se ainda uma sepultura com um letreiro mal gravado, onde se lê: SEPVLTVRA / DE ANT(ONI)O DE / ALMEIDA E / DE FRANC/ISCA DAS NEVES INSTET/VIDORES. Na parede direita do corpo da capela abre-se um nicho onde se encontra um Cristo morto, tendo à cabeceira o busto da Virgem e aos pés o de Madalena, figuras em pedra.

Acessos

A SO. da Rua da Condeixinha, na zona da Lapa

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 67/97, DR, 1ª série-B, n.º 301 de 31 de dezembro 1997

Enquadramento

Periurbano, isolada, a O. da vila, na encosta da Lapa, ao fundo da escadaria do mesmo nome, em harmonia com o meio, rodeada de formosa vegetação e algumas casas antigas, a par das que actualmente ali foram construídas.

Descrição Complementar

Segundo Pinho Leal, v.9, p. 68: "A imagem foi achada em uma gruta ou lapa, cavada em um grande penhasco, cortado a prumo, que tem mais de 22 metros de comprido (...). Foi o parocho buscar a Senhora em procissão, para a igreja matriz, e depois se mudou para a ermida do Espírito Santo, emquanto se lhe não construiu a sua ermida. (...) Foi reedificada pelos anos 1600, e no arco da capella-mor se lêuma inscripção, dizendo que Manoel André e sua mulher, mandaram revestir de azulejo as paredes interiores da ermida e pintar o arco em 1619. A imagem da senhora é de pedra, de esculptura antiga, e com 1 metro de altura. (...)"

Utilização Inicial

Religiosa: capela

Utilização Actual

Religiosa: capela

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 17

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

1400 - edificação da capela com esmolas e sobretudo com donativos de António de Almeida ( CONCEIÇÃO, 1941 ); 1598 - reedificação da capela-mor; 1669 - construção do corpo da capela, tendo, nesse ano, Manuel André e sua mulher mandado revestir de azulejos as paredes interiores da capela-mor e pintar o arco triunfal, conforme inscrição neste arco que Santos Conceição ainda pôde ler em 1941; 1983 - depois de interrompido o culto e de a capela ter entrado em degradação, é criada nesse ano uma comissão com o objectivo de fazer obras e restaurar o culto a Nossa Senhora da Lapa ( GASPAR, 1983 ); 1996, 9 de Abril - Desp. de classificação como IIP.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Alvenaria rebocada e caiada (paredes); pedra de cantaria (cunhais, cornija, molduras dos vários vãos, empena da frontaria e arco triunfal) ; pedra (pavimento da capela-mor); tijolo (cúpula); telha (cobertura exterior).

Bibliografia

CONCEIÇÃO, Augusto dos Santos, Condeixa-a-Nova, Coimbra, 1941; IDEM, Condeixa-a-Nova, Coimbra, 1983; CORREIA, Vergílio, GONÇALVES, A. Nogueira, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Coimbra, Lisboa, 1952; PINHO LEAL, Augusto Soares de Azevedo Barbosa, Portugal Antigo e Moderno, Diccionário (...), Lisboa, 1880; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/73876 [consultado em 11 agosto 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID, DGEMN/DREMC

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

Francisco Jesus 1999

Actualização

Cecília Matias 2008
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login