Convento de Jesus, Maria, José / Estalagem do Convento

IPA.00004920
Portugal, Leiria, Óbidos, Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa
 
Arquitectura religiosa. Planta reflectindo a anexação de diversos edifícios.
Número IPA Antigo: PT031012050021
 
Registo visualizado 529 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Convento / Mosteiro  Mosteiro feminino  

Descrição

Planta irregular composta pelo edifício correspondente á capela ( de planta rectangular simples ) e o corpo do convento ( de planta em forma de L ); massas dispostas na horizontalidade, acompanhando a inclinação da rua, com cobertura diferenciada em telhado de 2 águas. Fachada da capela orientada a NO., de pano único, delimitada por cunhais de cantaria, rasgada por portal de verga em arco abatido e porta recta; no 2º piso abre-se janela de verga em arco abatido com varanda assente sobre verga saliente; remata a fachada um frontão de lanços flanqueado por dois coruchéus, contendo no tímpano a data 1832 inscrita. Corpo do convento reintrante definido por 2 pisos na fachada NO. 1º piso vazado por porta recta e janelos; 2º piso rasgado por janelas rectas de guilhotina, cornija saliente. Fachada SO., em canto, aberta por 2 portas rectas e janela recta de guilhotina. Edifício anexo definido em 3 pisos, sendo o 1º aberto por porta recta e os superiores abertos por frestões de um só lume. Fachada SE., de 2 pisos fenestrados por frestões. Panos e pisos delimitados por cunhais de cor amarela (capela) e azul (convento).

Acessos

Rua do Poço

Protecção

Incluído na Zona Especial de Protecção do Castelo (v. PT031012040001) e Núcleo urbano da vila de Óbidos (v. PT031012040050)

Enquadramento

Urbano. Flanqueado, implantação harmónica Situa-se em rua com declive acentuado, rodeado de casario, nas proximidades do chafariz do Poço (v. PT031012050017).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: mosteiro feminino

Utilização Actual

Comercial: estabelecimento de restauração / Comercial e turística: hotel

Propriedade

Privada

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 19 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

1830 - O prior de São Pedro, António Gonçalves de Asseca empreende fundar um convento de freiras na vila, para o que compra casas da calçada junto ao chafariz novo, obtendo ajuda financeira de pessoas ricas da região. Por essa ocasião, vindo ao Senhor da Pedra D. Miguel, o prior também lhe pede ajuda dando-lhe o rei oitocentos mil reis; 1831 - Dá-se começo à obra, dando às casas forma e acomodação ao fim que se destinavam. Fundam-se os alicerces e a capela que está junto às ditas casas; mandam-se vir imagens para a capela; 1833 - Terminam as obras exteriores e interiores da capela e do convento; 1833 - Primeira e única missa celebrada na capela. Pouco tempo depois toma conta do edifício (por dívidas) o capitão-mor Francisco António da Fonseca; 1834 - Extinção das ordens religiosas; Séc. 20 (2ª metade)- adaptação da zona conventual para unidade hoteleira passando a denominar-se "Estalagem do Convento"; 2000 - inauguração, no espaço da capela, do bar "O Chafariz"; 2006 - reinauguração do espaço da capela como bar "O Troca-tintos".

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Estruturas de alvenaria e cantaria; cobertura de telha; revestimento de reboco a cal

Bibliografia

TRINDADE, João, Memórias Históricas e Diferentes Apontamentos Àcerca das Antiguidades de Óbidos, (leitura, apresentação e notas), 1985

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGEMN: DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Séc. 20 - obras de adaptação a bar e pousada.

Observações

*1 - O espaço da capela é privado e utilizado como bar; a zona conventual é de propriedade da empresa que gere a unidade hoteleira.

Autor e Data

Lurdes Perdigão 1996

Actualização

João Machado 2006
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login