Ponte de Vilela

IPA.00004876
Portugal, Porto, Lousada, Aveleda
 
Ponte construída na época moderna, de tabuleiro plano com extremidades rampantes assente sobre quatro arcos de volta perfeita iguais. Não existem factos concretos que permitam apontar uma data exacta ou aproximada para a construção da Ponte de Vilela, e se a análise dos aspectos constructivos leva a considerar muitas semelhantas com as pontes medievais, também não se pode esquecer que este sistema construtivo foi continuado nas épocas seguintes, por sere considerado resistente à água e grande durabilidade.
Número IPA Antigo: PT011305020008
 
Registo visualizado 405 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Transportes  Ponte / Viaduto  Ponte pedonal / rodoviária  Tipo arco

Descrição

Ponte de tabuleiro plano com extremidades rampantes, com uma largura máxima de c. de 3,8 m, assente em quatro arcos de volta perfeita, iguais, em cantaria, apoiados em pegões cegos reforçados com três talhamares triangulares, a montante, e talhamares quadrangulares a jusante, implantados no espaço entre os arcos. O seu piso é de lajes de granito. Os parapeitos são constituídos por guardas em cantaria, apresentando estas um sistema de encaixe tipo "macho - fêmea". Os paramentos são constituídos por um aparelho regular de silhares graníticos, com algumas fiadas pseudo-isódomas.

Acessos

Lugar de Vilela, EM para Aveleda a partir do Km 8 da EN 207 - 2, junto à ponte nova de Vilela sobre o rio Sousa

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Rural, isolado, na periferia de Vilela, sobre o rio Sousa, estabelecendo a ligação entre o lugar de Vilela, localizado a Oeste, e Caíde de Rei. A O. foi construída recentemente uma nova ponte.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Transportes: ponte

Utilização Actual

Transportes: ponte *1

Propriedade

Pública: Municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Época moderna (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

DGEMN/DREMN 2004: ARQUITECTO: Hugo Monte; CONSTRUTOR: STAP - Reparação, Consolidação e Modificação de Estruturas, SA; ENGENHARIA CIVIL: José Rocha; ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA: Alfredo Carvalho

Cronologia

Época moderna - provável de construção; 2007, 27 março - despacho de abertura do processo de classificaçãopela Vice-Presidente do IPPAR; 2009, 23 outubro - caduca o processo de classificação conforme o Artigo n.º 78 do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, n.º 206, alterado pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251 de 28 dezembro 2012, que faz caducar os procedimentos que não se encontrem em fase de consulta pública.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autoportante.

Materiais

Estrutura em silhares graníticos; pavimento em laje de granito.

Bibliografia

Guia de Portugal, IV, I, Coimbra, 1985; MONTE, Hugo, Pontes Românicas Sobre o Rio Sousa, Monumentos nº 23, pp.146-151, Lisboa, 2005; ROSAS, Lúcia Maria Cardoso, Românico do Vale do Sousa, Lousada, 2008; ROSAS, Lúcia Maria Cardoso (coord.), Rota do Românico do Vale do Sousa (monografia),Valsousa-Rota do Românico do Vale do Sousa, 2008; www.rotadoromanico.com, 17 de Novembro de 2009.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DREMN

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN: DSID; DGEMN/DREMN

Documentação Administrativa

IHRU:DGEMN/DREMN

Intervenção Realizada

Junta de Freguesia: 1998 - Obras de beneficiação; DGEMN/DREMN: 2004 - Obras de conservação do imóvel: conservação e consdolidação dos paramentos e pavimentos, tratamento do arruamento de acesso pelas duas margens, conservação e valorização das margens na envolvente próxima, tratamento da área de parqueamento de viaturas e iluminação.

Observações

A ponte está integrada no caminho velho vindo de Caíde e que ia entroncar na "Estrada Real" Porto - Amares. *1 - integrada na rota do Românico do Vale do Sousa, que inclui 19 imóveis: Igreja de São Miguel de Entre-os-Rios (v. PT011311100010), Igreja de Gândara (v. PT011311040009), Igreja de São Gens de Boelhe (v. PT011311020008), Igreja de Abragão (v. PT011311010015), Memorial da Ermida (v. PT011311150005), Capela da Senhora do Vale (v. PT011310080004), Igreja de São Pedro de Ferreira (v. PT011309050001), Ponte de Espindo (v. PT011305130009), Igreja de Aveleda (v. PT011305020004), Torre de Vilar (v. PT011305260005), Igreja de Santa Maria de Airães (v. PT011303020007), Igreja Matriz de Unhão (v. PT011303280004), Igreja de São Vicente de Sousa (v. PT011303260008), Igreja Velha de São Mamede de Vila Verde (v. PT011303330020), Igreja de Paço de Sousa (v. PT011311220003), Igreja de Cete (v. PT011310080001), Igreja Matriz de Meinedo (v. PT011305130002) e Mosteiro de Pombeiro (v. PT011303150001).

Autor e Data

Isabel Sereno e Paulo Amaral 1996 / Ana Filipe 2010

Actualização

Isabel Sereno 1998
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login