Palácio da Vigararia / Câmara Municipal de Óbidos

IPA.00004769
Portugal, Leiria, Óbidos, Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa
 
Arquitectura civil, de raiz maneirista.
Número IPA Antigo: PT031012050033
 
Registo visualizado 492 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa de função  Casa paroquial  

Descrição

Planta irregular, sendo a articulação dos volumes preferencialmente na horizontal. Composto por dois volumes distintos mas uniformizados; um volume composto pelo alçado O. (lateral) voltado à Rua de Josefa de Óbidos e o alçado N. (frontal) voltado ao Largo de São Pedro. Continua, no entanto, visível esta diferença na volumetria do telhado. O alçado frontal, voltado a N., é composto por dois pisos. No r/c existem cinco janelas e duas portas (a principal de maiores dimensões); no piso superior outras cinco janelas e, entre a segunda e terceira, uma pedra de armas, com as Armas Reais portuguesas. No alçado lateral (voltado a O.) observam-se, no r/c, duas portas e duas janelas; no primeiro andar, um óculo oval, quatro janelas e, sobre as três últimas, outras três, que primitivamente iluminavam uma área de mansarda. Todo o edifício é cingido pelas tradicionais barras de cor, à excepçao do cunhal que define uma esquina entre os dois alçados, em cantaria, com almofadas proeminentes. Junto a este cunhal, sobre a primeira janela do primeiro andar do alçado O. (canto superior esquerdo) um pequeno campanário em cantaria e alvenaria. No interior, denotam-se algumas dificuldade de articulaçao dos diversos espaços. Ao nível da planta do imóvel, observam-se também duas áreas distintas, a ala E. com dois pisos e a N. com três. A escadaria de comunicação entre os dois pisos é de cantaria. Numa das paredes do Salão Nobre observa-se um nicho em pedra. Numa outra sala deste piso observam-se vestígios do arranque de uma abóbada e, no gabinete comunicante, uma pia de água benta (eventualmente uma pia de água benta de uma pequena capela ou oratório do palácio).

Acessos

Largo. de São Pedro, Rua de Josefa de Óbidos

Protecção

Incluído no Núcleo urbano da vila de Óbidos (v. PT031012040050)

Enquadramento

Urbano. situado na ala S. do Largo de São Pedro, cingindo a praça nessa quadrante. Fronteiro ao alçado S. da Igreja de São Pedro (v. PT031012050026) e, a restante parte visível, cinge um segmento da Rua de Josefa de Óbidos, onde no edifício adossado se apresentam dois vãos de janela em cantaria com motivos renascentistas. Parte integrante da sua envolvência a Igreja de São Pedro e a Capela de São Martinho (v. PT031012050006).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa paroquial

Utilização Actual

Política e administrativa: câmara municipal

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16 / 17 / 18 / 19 / 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 16 / 17 - construção de parte do imóvel; 1834 - a vereação toma posse do palácio, restaurado pelo prior de São Pedro, para aí instalar um recolhimento e os Paços do Concelho; séc. 18, 2ª metade - obras de reparação e ampliação do edifício.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

o exterior: coberturas em telha mourisca assente em madeiramentos ou em placa de betao e tijoleira; paredes em alvenaria, rebocada e caiada, com aplicação de cantaria no acabamento dos vãos e em um cunhal (visível). Uso de madeiras, vidros e ferro nas caixilharias dos vaos (portas e janelas). No interior, uso de rebocos (alguns deles acabados a estuque e massa de afagar) e aplicaçao de azulejos artísticos em silhar, nas paredes do Salão Nobre; divisão entre os pisos em laje de betão e em madeira, uso de madeira nos soalhos (pinho) do piso superior, e de pedra calcária (molianos) e ladrilho no pavimento do piso inferior. Tectos em madeira e estuque (sem aplicações artísticas).

Bibliografia

Memórias Históricas, Imprensa Nacional - Casa da Moeda e Câmara Municipal de Óbidos, 1985; BETTENCOURT DA CÂMARA, Teresa, Óbidos Arquitectura e Urbanismo Séculos XVI e XVII, Câmara Municipal de Óbidos e Imprensa Nacional Casa da Moeda, 1990.

Documentação Gráfica

CMO

Documentação Fotográfica

DGEMN: DSID

Documentação Administrativa

CMO

Intervenção Realizada

Séc. 19 / 20 - obras de adaptação a serviços públicos com a consequente alteração da volumetria do espaços interiores e de alguns vãos; 1960, década de - aplicação da pedra de Armas Reais; Câmara Municipal de Óbidos: 1990, década - prosseguimento de obras de adaptação às necessidades dos serviços presentes nos Paços do Concelho; 1996 - conclusão das obras no Salão Nobre e área dos serviços da Secretaria, Gabinete Técnico e Serviço de Obras; 1998 - em obras: continuação das obras na restante parte do edifício, nomeadamente nas coberturas; CMO: 1999 / 2000 - obras gerais de recuperação e reabilitação.

Observações

*1 - A construção deste palácio, eventualmente ocupou áreas já primitivamente edificadas, parece fazer parte integrante de uma profunda intervenção de reorganizaçao urbanística, operada a partir do senhorio da raínha D. Catarina de Austria, mulher do rei D. João III, na qual se incluem transformações em muitos outros imóveis. Vejam-se cunhais semelhantes em diversos outros edifícios de importância na Vila e junto à igreja de São Pedro, os quais apresentam feições maneiristas e de forte influência italiana (Paladium). *2 - A pia de água benta que existe num gabinete do piso superior deverá ter sido de uma capela particular do palácio. *3 - A pedra de armas foi colocada neste século e é proveniente da fachada da Igreja do desaparecido Convento de Nossa Senhora da Conceição de Vale Benfeito. *4 - Devido às obras que presentemente decorrem não se encontra definida a nova planta do imóvel, sendo que da sua distribuição primitiva só restam algumas das salas do piso superior: Salão Nobre (abarcando duas salas antigas), a sala que lhe fica imediatamente antes e um pequeno gabinete comunicante com o Salão Nobre e com uma varanda.

Autor e Data

Sérgio Gorjão 1998

Actualização

Cecília Matias 2003
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login