Morábito de São João / Capela de São João

IPA.00004492
Portugal, Faro, Portimão, Alvor
 
Morábito islâmico, de planta quadrada com cobertura em domo de hipotética fundação almorávida, juntamente com outros dois morábitos existentes na freguesia, o Morábito de São Pedro (v. PT050811010009) e o Morábito anexo à Igreja Matriz (v. PT050811010059), provavelmente re-edificados no período manuelino *3, como atesta neste último a decoração da ombreira com motivo idêntico aos que decoram inúmeras bases e ombreiras de portais manuelinos. Integra, juntamente com o Morábito de São Pedro (v. PT050811010009), com o Morábito anexo à Igreja Matriz (v. PT050811010059), ambos em Alvor, com o Morábito da Trafaria, no Distrito de Setúbal (v. PT031503050142) e com o arruinado Morábito do Cercal, no Concelho de Cadaval, Lisboa (v. PT031104030005), um conjunto raro de morábitos islâmicos, posteriormente cristianizados.
Número IPA Antigo: PT050811010058
 
Registo visualizado 583 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo    

Descrição

Planta central, simples, quadrada. Volume simples, massa disposta na horizontal com cobertura em domo, de alvenaria rebocada e caiada. Fachadas de alvenaria mista argamassada, rebocadas e caiadas. Fachada principal a O., de pano único, com embasamento saliente e remate em cornija envolvente, de perfil simples reto *2; ao centro rasga-se porta retangular, de molduras pétreas e acesso por três degraus; apresenta verga reta, ligeiramente saliente em relação às ombreiras, com aresta envolvente, sobreposta de cornija e friso com inscrição alusiva à cristianização do templo; ombreiras constituídas por três blocos de cantaria, a direita tendo pintado sob fundo negro o número de polícia, 4; alçados laterais parcialmente adossados, cegos; cobertura em domo tendo, nos vértices, pináculos retangulares, dispostos na vertical, rematados por cornija idêntica à do remate dos alçados e cobertos por pequenos domos.

Acessos

Rua Infante D. Henrique, nº 4 (antiga Rua de São João); Rua de São João (antiga Rua do Alto de São João)

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 95/78, DR, 1.ª série, n.º 210 de 12 setembro 1978 *1

Enquadramento

Urbano, adossado, no topo do Alto de São João, a SO. da povoação e sobranceiro à Ria e ao cais de Alvor: Flanqueado por casario térreo, vernacular, com fachada principal afrontando via de circulação.

Descrição Complementar

Inscrição sobre a porta: EGO S(UM) VOX CLAMANTIS IN DESERTO

Utilização Inicial

Religiosa: morábito

Utilização Actual

Religiosa: capela

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 11 / 12 / 16 (conjectural)

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 11 - 12 - reinado almorávida durante o qual se terá, provavelmente, edificado o morábito, juntamente com o Morábito de São Pedro (v. PT050811010009) e o Morábito anexo à Igreja Matriz (v. PT050811010059); Séc. 16 - provável data reconstrução ou construção dos morábitos; 1790 - Com a visita do bispo D. Francisco Gomes de Avelar é dado a conhecer que na capela de São Pedro (morábito de São Pedro), como na de São João (morábito de São João), não se celebrava missa; 1907 - Ataíde de Oliveira refere que funcionava no imóvel uma escola feminina; 1977 - o Ministério da Administração Interna concede à autarquia a quantia de 500.000$00 para o restauro e recuperação dos 3 morábitos de Alvor; 1979 - obras de reconstrução pela DGEMN, sendo substituídas as cornijas de remate primitivas, em quarto de círculo e rebocados os cunhais dos alçados.

Dados Técnicos

Materiais

Cantaria, alvenaria, madeira em portas e caixilhos

Bibliografia

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSARH

Intervenção Realizada

DGEMN: 1979 - isolamento da cúpula e coberturas, reboco no exterior e interior, reconstrução de cornijas e remate, pavimento, portas e caixilhos.

Observações

*1 - classificado conjuntamente com o Morábito de São Pedro (v. PT050811010009) e o Morábito anexo à Igreja Matriz (v. PT050811010059); *2 - antes das obras de 1979 as cornijas de remate dos alçados e pináculos eram de perfil de quarto de círculo, com pequeno filete; o alçado principal era delimitado por cunhais ligeiramente salientes; *3 - é provável igualmente a edificação mais tardia dos templos, já no Séc. 16, por comunidades mudejares.

Autor e Data

Rosário Gordalina 2012

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login