Mosteiro de São Domingos de Évora

IPA.00004438
Portugal, Évora, Évora, União das freguesias de Évora (São Mamede, Sé, São Pedro e Santo Antão)
 
Convento dominicano, renascentista e maneirista
Número IPA Antigo: PT040705050082
 
Registo visualizado 730 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Convento / Mosteiro  Convento masculino  Ordem de São Domingos - Dominicanos

Descrição

Planta longitudinal, massa simples de disposição horizontal. Cobertura exterior em terraço. A fachada principal, e única visível, está virada a sul. É obra recente, de um piso, composta de 8 vãos, 4 pertencentes ao espaço turístico dos vinhos e as restantes a uma garagem abandonada. INTERIOR: espaço único, embora uma parede ao centro do edifício marque a divisão da propriedade; cobertura em abóbadas.

Acessos

Praça Joaquim António de Aguiar, n.º 20 - 21

Protecção

Enquadramento

Urbano. A fachada principal do edifício, virada a S., dá para a Praça Joaquim António de Aguiar. Pertence ao alinhamento que limita a praça pelo lado N..

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: convento masculino

Utilização Actual

Política e administrativa: política e administração central

Propriedade

Privada: pessoa singular / Privada: pessoa colectiva

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 13 / 16 / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

ESCULTOR: Nicolau Chanterene; PINTOR: Luís Morales

Cronologia

1286 - instalação dos dominicanos em Évora; 1298 - início da construção do convento; séc. 16 - construção da igreja; 1531 - feitura da campa (em mármore branco e com c. de 1,800m), da Condessa do Prado, D. Joana de Melo, mulher de D. Pedro de Sousa, Conde do Prado; 1537 - escultura do pórtico por Nicolau Chanterene; 1540, c. de - feitura do portal da capela tumular do Doutor Gaspar Vaz Rebelo, conselheiro de D. João III e seu Desembargador do Paço; 1564 - pinturas por Luís Morales *1; 1834 - secularização do convento; 1836 - demolição do mosteiro para construção da actual Praça Joaquim António de Aguiar; a campa de mármore branco, com 1,800m, da Condessa do Prado é colocada no interior do Templo Romano (v. IPA.00002863); 1940 - o pórtico de Nicolau Chanterene é aplicado como entrada do Cemitério Público, a funcionar na cerca do Convento dos Remédios (v. IPA.00026829); o portal da capela tumular de Gaspar Vaz Rebelo, é aplicado na fachada poente do Colégio do Espírito Santo (v. IPA.00003839); séc. 20, segunda metade - o edifício esteve ocupado por uma garagem e uma oficina metalomecânica; 1996 - parte do edifício é adquirido pela CVRA onde actualmente funciona a Rota dos Vinhos do Alentejo; o edifício foi demolido no séc. 19 e o que dele resta tem sido ao longo deste século sujeito a obras diversas, a última das quais foi a adaptação de c. da metade restante do antigo edifício a espaço comercial e turístico; 1997 - no edifício funciona uma garagem desactivada; 2015, 03 setembro - publicado no DR, 2.ª série, n.º 172, a Portaria n.º 659/2015, relativa à classificação como MIP - Monumento de Interesse Público, do Pórtico do convento.

Dados Técnicos

Estrutura mista em paredes portantes e pilares travados por arcos e abóbadas.

Materiais

Alvenarias mistas em pedra argamassada rebocada e caiada. Pilares em silharia de granito. Abóbadas em tijolo maciço rebocado e caiado.

Bibliografia

FIALHO, Manuel, Évora Gloriosa, Roma, 1728; BARATA, António F., Évora Antiga, Évora, 1909; PEREIRA, Gabriel, Estudos Diversos, Coimbra, 1934; ROSA, João, Alentejo à Janela do Passado, Lisboa, 1940; ESPANCA, Túlio, Évora na Invasão Francesa de 1808, A Cidade de Évora, 1957 / 1958; ESPANCA, Túlio, Inventário Artístico de Portugal - Concelho de Évora, 1968.

Documentação Gráfica

SIPA: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

SIPA: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Câmara Municipal de Évora: processo de obras particulares.

Intervenção Realizada

CVRA: 1996 - recuperação de parte do edifício pertencente à CVRA para espaço promocional da Rota dos Vinhos do Alentejo; Projecto do Arq. Jorge Fragoso Pires.

Observações

EM ESTUDO. *1 - as pinturas de Luis Morales, representando Sao João Baptista e Sao João Evangelista encontram-se expostas no Museu Nacional de Arte Antiga; a capela de Nossa Senhora do Rosário, com o tesouro privativo, foi reconstituida na igreja de Santo Antão de Évora.

Autor e Data

Paula Amendoeira 1997

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login