Igreja Paroquial de Vilas Boas / Igreja de Santa Maria de Vilas Boas / Igreja de Nossa Senhora da Natividade / Igreja de Nossa Senhora da Assunção / Igreja de Nossa Senhora da Luz

IPA.00004331
Portugal, Beja, Ferreira do Alentejo, União das freguesias de Ferreira do Alentejo e Canhestros
 
Arquitectura religiosa, maneirista / barroca / popular. Igreja paroquial de planta, cúpula, platibanda, organização das capelas laterais e pinturas de grutescos - período maneirista; decoração das capelas laterais, pormenores construtivos, sepulturas da capela-mor - período barroco. A igreja particulariza-se pelas suas pinturas murais e trabalhos em estuque.
Número IPA Antigo: PT040208020004
 
Registo visualizado 221 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Igreja paroquial  

Descrição

Planta longitudinal, escalonada, composta pela nave, cruzeiro, mais estreito, e capela-mor, ainda mais estreita, tendo adossada, do lado esquerdo, a sacristia. Cobertura da capela-mor em domo, revestido por telhas de canudo. Fachada principal orientada a O., de um pano, com empena triangular e portal com verga recta, em cantaria. Alçado S. com o volume da nave de um só pano, o volume do cruzeiro de um só pano definido por contrafortes, e o volume da capela-mor de um só pano, mais alto, com fresta, rematado por platibanda fomada por composição de volutas Alçado E., de um só pano, cego, tendo adossado o volume da sacristia, de um só pano, cego. Alçado N. de esquema idêntico ao do alçado S., tendo adossado o volume da sacristia, de um só pano, com porta. Interior de uma só nave, de dois tramos separados por arco arruinado, pavimento em tijoleira. Acesso ao cruzeiro por arco de volta perfeita. Cobertura do cruzeiro em abóbada de lunetas, rasgando-se lateralmente arcos de volta perfeita correspondentes às capelas laterais, revestidos por estuques com motivos geometrizantes. Acesso à capela-mor por arco triunfal de volta perfeita assente em pilastras; cobertura em cúpula assente em pendentes, revestida por composições de pintura mural com brutescos.

Acessos

EN 387, Ferreira do Alentejo-Beja; caminho vicinal, à distância de 1100 m.

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Rural, destaque, isolado, numa elevação visível da E N.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: igreja paroquial

Utilização Actual

Devoluto

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Beja)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

Séc. 14, antes de 1320 - fundação; séc. 16 - cúpula, platibanda; séc. 17 - capelas laterais, pintura de brutescos; séc. 18 - sepulturas no antigo pavimento da capela-mor (removidas e violadas); 1755, 01 Novembro - destruição provocada pelo terremoto e subsequente abandono; 2002, 11 de dezembro - Deliberação da Assembleia Municipal de classificação como IM - Interesse Municipal; 2003, 29 de setembro - Aviso n.º 7515/2003, DR, 2.ª série, n.º 225, Apêndice, n.º 147, pelo qual a Câmara Municipal torna público que deliberou a classificação como IM - Interesse Municipal; a classificação foi considerada nula pelo IPPAR dado a CM não ter competência para o efeito.

Dados Técnicos

Estrutura mista

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal; portal e elementos secundários de cantaria.

Bibliografia

ESPANCA, Túlio, Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Beja, vol.1, Lisboa, 1992.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

Autor e Data

José Falcão e Ricardo Pereira 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login