Capela de São Sebastião de Entradas / Ermida de São Sebastião

IPA.00004328
Portugal, Beja, Castro Verde, Entradas
 
Arquitectura religiosa, vernacular. A tipologia da planta corresponde a uma constante da arquitectura regional, longitudinal composta por nave e capela-mor mais estreita, com referentes um pouco por todo o Baixo Alentejo. Fachada principal rasgada por portal de verga recta, remate em empena baixa e cunhais apilastrados solução utilizada nos exemplares do concelho de Castro Verde, surgindo o lateral esquerdo rasgado por fresta minúscula. Coberturas em masseira, surgindo o arco triunfal decorado com pintura ornamental e retábulo-mor de madeira pintada, com estrutura maneirista.
Número IPA Antigo: PT040206030017
 
Registo visualizado 104 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Religioso  Templo  Capela / Ermida  

Descrição

Planta longitudinal composta por nave e capela-mor. Cobertura homogénea em telhado de duas águas. Fachada principal voltada a S., com embasamento e pano único rematado por empena com cornija, urnas esféricas nos acrotérios e cruz em ferro forjado no acrotério central, sendo rasgada por portal de verga recta com moldura em reboco. Alçado E. de quatro panos cegos, separados por contrafortes, rematados superiormente por beirado. Alçado N. de um só pano, cego, com empena triangular e contraforte central. Alçado O. idêntico ao do S., tendo um óculo de iluminação da capela-mor no primeiro pano. INTERIOR de uma só nave, com cobertura em masseira. Capela-mor separada por arco de volta perfeita assente em pilastras, forrado com moldura de madeira pintada a óleo com composições de motivos florais, encimado por imagem de Nossa Senhora de Fátima. Cabeceira recta e altar de alvenaria com retábulo de talha dourada e policromada, com nicho central com pedestal e baldaquino, onde surge a imagem do orago, ladeado por pinturas a óleo sobre madeira, com cenas do martírio do mesmo. Cobertura em masseira.

Acessos

Estrada do Cemitério, junto ao Cemitério Público.

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Rural, destaque, isolado, numa encosta suave, junto ao Cemitério Público.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Religiosa: ermida

Utilização Actual

Funerária: capela mortuária

Propriedade

Privada: Igreja Católica (Diocese de Beja)

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 17 (conjectural) / 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 17 - data provável da construção; séc. 18 - feitura do retábulo e moldura do arco triunfal; 1985, 24 de Abril - Proposta de classificação pela CM de Castro Verde; 2008, 20 de Novembro - Proposta de encerramento do processo de classificação pela DRCAlentejo, por não ter valor nacional; 2008, 28 de Novembro - Despacho de encerramento do processo de classificação pelo Director do IGESPAR.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes.

Materiais

Paredes de alvenaria de pedra e cal, rebocadas e caiadas, elementos secundários de cantaria, retábulo de madeira policromada, cobertura em telha de canudo, pavimento de tijoleira.

Bibliografia

COSTA, João José Alves da, O Termo de Castro Verde. Um Contributo para a sua História, Castro Verde, 1996; LOBATO, João Rodrigues e NOBRE, Joaquim de Brito, Monografia da Vila de Entradas, Castro Verde, 1986.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Séc. 20 - diversas obras de recuperação.

Observações

Autor e Data

José Falcão e Ricardo Pereira 1996

Actualização

Paula Figueiredo 2001
 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login