Casa da Calçada

IPA.00004270
Portugal, Viseu, Viseu, União das freguesias de Viseu
 
Arquitetura residencial, barroca. Casa senhorial, mandada construir no séc. 18 pela família Sampaio e Melo, de planta poligonal de dois pisos, o inferior com acesso por portal armoriado, e o segundo a área nobre, onde os vãos possuem modinaturas mais elaboradas, com áticas e aventais.
Número IPA Antigo: PT021823240012
 
Registo visualizado 495 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial senhorial  Casa nobre  Casa nobre  

Descrição

Planta poligonal irregular, composta pelo corpo principal e dois anexos, de volumes articulados e escalonados com coberturas diferenciadas em telhados de duas águas e terraços. Fachadas rebocadas e pintadas de branco, com cunhais em cantaria e rematadas em frisos e cornijas do mesmo material. Fachada principal virada a NO., com o corpo principal a evoluir em dois pisos e marcado por alto soco em alvenaria aparente. Os vãos rasgam-se simetricamente, a partir de um eixo central, composto pelo portal em arco abatido, rematado por ática e cornija curva, integrando uma pedra de armas, ladeado por dois óculos circulares emoldurados a granito e duas janelas de peitoril com molduras recortadas, rematadas em cornija em cortina e possuindo avental. No piso superior, surgem cinco janelas de peitoril, a central semelhante às anteriores, sendo as laterais rematadas por cornija curva. O corpo do lado esquerdo, ligeiramente recuado, evolui em três pisos, o superior demarcado por friso interrompido por mísulas equidistantes, sendo rasgado por vãos em arcos abatidos, os inferiores constituindo uma porta e uma janela jacente, surgindo nos superiores duas janelas de peitoril, ambas com molduras simples e avantais. O corpo do lado oposto tem um único piso e rasgado por amplo portal retangular, ladeado por dois óculos circulares. Fachadas laterais adossadas a edifícios. INTERIOR com vestíbulo no piso inferior, que acede a uma escadaria de ligação ao piso superior.

Acessos

Calçada da Vigia, n.º 5-7

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 95/78, DR, 1.ª série, n.º 210 de 12 setembro 1978

Enquadramento

Urbano, implantado a meia encosta, a que se adapta, adossado a edifícios residenciais e integrado na malha urbana. A fachada principal abre para uma rua estreita, pavimentada a calçada de granito.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa nobre

Utilização Actual

Residencial: casa

Propriedade

Pública: municipal

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITETO: Manuel Álvares. PEDREIRO: António Mendes Coutinho.

Cronologia

1757, 10 julho - construção da casa por Francisco José de Sampaio e Melo, conforme risco do mestre Manuel Álvares, sendo a obra arrematada pelo mestre pedreiro António Mendes Coutinho; 1996 - o edifício pertence a Maria Isabel da Silva Loureiro; 2014, 02 abril - abertura de concurso para obras de reabilitação do edifício municipal, publicado em DR, 2.ª série, n.º 65.

Dados Técnicos

Sistema estrutural de paredes portantes.

Materiais

Estrutura em alvenaria e cantaria de granito, parcialmente rebocada e pintada; modinaturas, cornijas, frisos e pedra de amras em cantaria de granito; portas de madeira; coberturas em telha cerâmica.

Bibliografia

ALVES, Alexandre - Artistas e Artífices nas Dioceses de Lamego e Viseu. Viseu: Governo Civil de Viseu, 2001, vol. I, pp. 89 e 218-219.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

Observações

Não foi possível visitar o interior do imóvel, a não ser o pátio interior.

Autor e Data

João Carvalho 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login