Pelourinho de São Miguel do Outeiro

IPA.00004216
Portugal, Viseu, Tondela, União das freguesias de São Miguel do Outeiro e Sabugosa
 
Pelourinho setecentista, de pinha fusiforme embolada, com soco octogonal de três degraus, fuste octogonal e remate em pinha, encimado por pequena bola. Tem data epigrafada.
Número IPA Antigo: PT021821200006
 
Registo visualizado 225 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição não determinada  Tipo pinha

Descrição

Estrutura em cantaria de granito, composto por soco octogonal de três degraus de rebordo saliente. Coluna prismática, monolítica, de secção igualmente octogonal, com base octogonal e três molduras sobrepostas, a última mais destacada e de menor área. O fuste tem, a um terço da altura, a data de "1766" e, no lado oposto, quatro algarismos e uma letra "R 19/16". Capitel octogonal, composto de diversas molduras escalonadas em superfícies crescentes, a inferior boleada. Remate em pinha, nascendo de peça octogonal de faces planas, de diâmetro inferior ao do capitel, adelgaçando em gola, para, em seguida, se abrir no pomo esférico, de decoração vegetalista. Coruchéu em prato saliente encimado por pináculo circular, bipartido por gola e rematado por botão.

Acessos

IP 3, ao Km 111, para S. Miguel do Outeiro; a 1 Km, no Largo da Praça. WGS84 (graus decimais) lat.: 40.588312; long.: -8.026962

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto n.º 23 122, DG, 1.ª série, n.º 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

Urbano, a meia encosta, destacado, isolado em pequeno largo junto à via pública.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1268 - foral concedido por D. Dinis ao couto de São Miguel do Outeiro; 1762 - criação do concelho; 1766 - data epigrafada no fuste, poderá indicar a data de edificação; 1855 - extinção do concelho; 1916 - data epigrafada no fuste e que se refere a uma intervenção; 1989 - um acidente deitou por terra o pelourinho, fragmentando o remate.

Dados Técnicos

Sistema estrutura autónomo.

Materiais

Estrutura em cantaria de granito.

Bibliografia

CHAVES, Luis, Os Pelourinhos - Elementos para o seu Catálogo Geral, Lisboa, 1939; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997; REAL, Mário Guedes, Revista da Beira Alta, vol II, nº. 1, 1943; SOUSA, Júlio Rocha e, Pelourinhos do Distrito de Viseu, Viseu, 1998.

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

1916 - consolidação, para melhor se firmar a coluna que se encontrava descaída; DGEMN: 1956 - consolidação do pelourinho.

Observações

Autor e Data

Madeira Portugal 1992 / João Carvalho 1997

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login