Ponte sobre o Tâmega / Ponte de São Gonçalo

IPA.00003885
Portugal, Porto, Amarante, Fregim
 
Arquitectura de comunicações e transportes, barroca. Ponte com tabuleiro de perfil horizontal sobre três arcos desiguais de volta redonda, sendo maior o central, construída em finais do séc. 18. Como coroamento superior dos contrafortes, abrem-se no tabuleiro quatro varandins semi-circulares, com bancadas de cantaria.
Número IPA Antigo: PT011301330002
 
Registo visualizado 609 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Transportes  Ponte / Viaduto  Ponte pedonal / rodoviária  Tipo arco

Descrição

Ponte com tabuleiro de perfil horizontal sobre três arcos desiguais de volta redonda, sendo maior o central. Os pilares têm contrafortes de contorno triangular a montante e a jusante. O parapeito que resguarda o tabuleiro da ponte, assenta numa cornija tubular e lavrada. Como coroamento superior dos contrafortes, abrem-se no tabuleiro quatro varandins semi-circulares, com bancadas de cantaria. Em cada topo, a ponte ostenta dois pares de coruchéus barrocos facetados e assentes em pequenas esferas.

Acessos

São Gonçalo, Praça da República, Rua 31 de Janeiro

Protecção

Categoria: MN - Monumento Nacional, Decreto de 16-06-1910, DG n.º 136 de 23 junho 1910

Enquadramento

Urbano, sobre o rio Tâmega, com margens bastante altas, existindo junto da ponte dois largos num dos quais, a Praça da República, onde se implanta o Convento de São Gonçalo de Amarante (v. PT011301330001).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Transportes: ponte

Utilização Actual

Transportes: ponte

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

ARQUITETO: Carlos Amarante.

Cronologia

Séc. 13 - É construída a primitiva ponte sobre o rio Tâmega; 1250 - nas Inquirições, Amarante é referida como uma vila unida por uma ponte; 1763 - a antiga ponte medieval ruiu *1; 1790 - inauguração da nova ponte; 1809, Abril - durante catorze dias de luta, ocorre a "Defesa da Ponte de Amarante", dos invasores franceses, que iam em direcção a Trás-os-Montes, barrados pelas tropas do General Silveira; 21 de Abril - dá-se a queda da defesa da ponte.

Dados Técnicos

Arcos de volta redonda

Materiais

Estrutura de granito; tapete em asfalto.

Bibliografia

SARDOEIRA, Albano, A Antiga Ponte Fortificada de Amarante, Douro Litoral, 7ª Série, IX, Porto, 1956, pp. 849 e ss.; Património Arquitectónico e Arqueológico Classificado, Inventário, Lisboa, 1993, vol. II, Distrito do Porto, p. 14; COSTA, Jorge da, Acerca da Inserção Urbana do Convento de São Gonçalo de Amarante, in Monumentos, Lisboa, Setembro de 1995, pp. 47, 49; SILVA, Isabel (coord.), Dicionário Enciclopédico de Freguesias, vol. I, Porto, 1997; www.lusa.net/amarante.htm, 19 de Novembro de 2003.

Documentação Gráfica

DGPC: DGEMN:DREMN

Documentação Fotográfica

DGPC: DGEMN:DREMN

Documentação Administrativa

DGPC: DGEMN:DREMN

Intervenção Realizada

1961 - Trabalhos de alargamento da entrada N.; 1964 - reposição de uma pirâmide; 1967 - reparação dos elementos de cantaria destruídos no coroamento das guardas da ponte.

Observações

*1 - A antiga ponte fortificada de Amarante, existente no mesmo local, foi destruída por derrocada no ano de 1763. Tinha a meio um cruzeiro de granito que apresentava numa das faces a imagem de Nossa Senhora da Piedade, e na outra, Cristo Crucificado. Estas imagens foram depois colocadas numa fresta da igreja do Convento de São Gonçalo.

Autor e Data

Isabel Sereno / Paulo Dordio 1994

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login