Dólmen da Capela de Nossa Senhora do Monte

IPA.00003691
Portugal, Viseu, Penedono, Penela da Beira
 
Dólmen de câmara poligonal e corredor desenvolvido alteando à medida que nos aproximamos da câmara. Aproveitamento pelo cristianismo para capela e para o altar, pelo que parte dos esteios da câmara foram utilizados como parede, formando uma planta assimétrica. Bloco granítico na cabeceira impedindo o acesso do corredor para a câmara. Aproveitamento do esteio da cabeceira para lajear a capela-mor. Semelhanças, nos princípios, com a Anta de Alcobertas (Rio Maior), a Anta-Capela de São Dionísio (Pavia - Alto Alentejo) e a Anta-Capela de São Brissos (Montemor-o-Novo).
Número IPA Antigo: PT011812070004
 
Registo visualizado 170 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Funerário  Anta  Anta-capela  

Descrição

Câmara poligonal aproveitada para servir de Capela-mor da Capela, de planta rectangular, em ruínas. É composto por 3 esteios verticais completos e visíveis e pelo chapéu onde sobre o seu extremo exterior se desenvolvia o muro da cabeceira da capela. O corredor com 4 esteios a N. e 3 a S., desenvolve-se para o exterior da capela. Esteio na posição horizontal cobre o corredor junto à entrada da câmara; restos de mamoa. Do lado da Epístola, o cunhal do muro do altar-mor, com a capela-mor é a 90º, sendo curvo no oposto.

Acessos

EN 229 para Penela e Paredes da Beira, a 9,1 Km; EM 508 a 3,7 Km, para caminho rural, a 2 Km (placas indicadoras); Lat. 41º01'14'' N. - Long. 1º41'28'' E.

Protecção

Categoria: MN - Monumento Nacional, Decreto n.º 44 075, DG, 1.ª série, n.º 281 de 05 dezembro 1961

Enquadramento

Rural; em zona planáltica; isolado; destacado; separado por muro formando adro em zona de interesse paisagístico.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Funerária: anta

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Época megalítica / Séc. 15

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Época megalítica - construção da anta; séc. 15 - aproveitamento do espaço para capela; séc. 20, década de 30 - encontra-se em ruínas; 1991 / 1993 - trabalhos arqueológicos.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes, estrutura mista e estrutura autoportante.

Materiais

Granito.

Bibliografia

MOITA, Irisalva, Características Predominantes do Grupo Dolménico da Beira Alta, Lisboa, 1966; COSTA, M. Gonçalves da, História do Bispado e Cidade de Lamego, Lamego, 1977; FERREIRA, Agostinho Campos, A Anta da Capela de Nossa Senhora do Monte, contribuição para o estudo do megalitismo da freguesia de Penela, Beira in Trabalhos de Antropologia e Etnologia, Porto, 1985; CARVALHO, Pedro Manuel Sobral de, Roteiro Arqueológico de Concelho de Penedono, Penedono, 1989; http://www.patrimoniocultural.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/70452 [consultado em 28 dezembro 2016].

Documentação Gráfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Fotográfica

IHRU: DGEMN/DSID

Documentação Administrativa

IHRU: DGEMN/DSID

Intervenção Realizada

1991 / 1993 - trabalhos arqueológicos.

Observações

O acesso do corredor para a câmara encontra-se vedado por um bloco granítico que serviria para o fecho da capela-mor.

Autor e Data

João Carvalho Marques 1997

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login