Aqueduto de Pontes

IPA.00003545
Portugal, Viana do Castelo, Melgaço, União das freguesias de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro
 
Aqueduto construído na quarta década do séc. 20 para rega. Apresenta estrutura em alvenaria de granito com caleira aberta assente sobre pilares, formados por pedras sobrepostas, atravessando um importante caminho de ligação entre brandas e inverneiras, tendo por isso sido sacralizado com a aposição de um cruzeiro e de umas Alminhas.
Número IPA Antigo: PT011603020032
 
Registo visualizado 583 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Hidráulica de condução  Aqueduto    

Descrição

Aqueduto para rega formado por canal aberto, apoiado nos topos oriental e ocidental numa base de alvenaria de granito e vencendo cerca de 60 m sobre pilares de lajes graníticas que dão origem a 23 vãos rectos. A S. do aqueduto e a O. do caminho ergue-se um cruzeiro simples em granito, virado a nascente, constituído por pedestal quadrangular sobre o qual assentam umas alminhas. Sobre estas ergue-se uma cruz latina, de secção quadrada, talhada num bloco único. A base apresenta cimento nas juntas. A norte do aqueduto e a este do caminho erguem-se umas Alminhas de labor grosseiro, viradas a poente. Sobre uma base sumariamente quadrangular, talhada apenas na parte anterior, assenta um bloco granítico no qual se rasgou um pequeno nicho encimado por um cruz latina em alto-relevo.

Acessos

Castro Laboreiro, EN 202 (Melgaço - Lamas de Mouro), EN 203-3 até Castro Laboreiro, EM para Ribeiro de Baixo. Caminho à esquerda para Pontes, calçada para N. Gauss: M-197,6 P-557,9; Fl. 9

Protecção

Incluído no Parque Nacional da Peneda do Gerês

Enquadramento

Rural, isolado, junto aos campos que regava, hoje sem uso cobertos por giestal e pequenos carvalhos. Para O., uma mata de carvalhos bordeja os campos. Sob o vão maior do aqueduto passa o antigo caminho que partia de Pontes para a ponte do Porto de Bago, sobre o Laboreiro.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Hidráulica: aqueduto

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Privada: pessoa singular

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 20, 4ª década - construção a mando do P.e Manuel Joaquim Rodrigues; séc. 20, 9ª década - cessa a utilização.

Dados Técnicos

Estrutura autoportante.

Materiais

Estrutura em granito, juntas de cimento.

Bibliografia

LIMA, Alexandra C. P. S., - «Castro Laboreiro: Povoamento e organização de um território serrano». In Cadernos Juríz / Xurés. 1996, vol. 1.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGPC: DGEMN:DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

O P.e Manuel Joaquim Rodrigues que terá mandado edificar o aqueduto e presa que lhe está associada era natural do lugar de Pontes, freguesia de Castro Laboreiro, na qual foi pároco por poucos anos após ter regressado de estadia longa no Brasil.

Autor e Data

Paulo Dordio 1996

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login