Quartel dos Bombeiros do Zambujal / Posto da Guarda Nacional Republicana, GNR, do Zambujal

IPA.00034922
Portugal, Lisboa, Loures, União das freguesias de Santo Antão e São Julião do Tojal
 
Arquitetura de segurança, do século 20, de inspiração Art Déco. Quartel de bombeiros de planta poligonal irregular, de dois pisos, implantado em gaveto, enquadrando o principal largo do aglomerado, a SO.. As duas fachadas que confrontam com o espaço público adotam a mesma composição geométrica. São simétricas, enquadradas por falsas pilastras que acentuam a verticalidade do edifício, evidenciando um eixo central. Tem três panos de parede com tratamento decorativo em massa, rematando em platibanda recortada e escalonada, rasgadas por janelas de sacada, protegidas por balcão em alvenaria. Na platibanda, sobre o eixo central figuras decorativas simbólicas relacionadas com os bombeiros e com a música. Acesso ao piso superior por escada interior localizada junto à entrada da fachada N.
 
Registo visualizado 1082 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Segurança  Quartel de bombeiros    

Descrição

Planta poligonal de forma irregular, evoluindo a partir de um quadrado, com cobertura homogénea em telhado de seis águas. Estrutura em alvenaria de pedra, evoluindo em dois pisos, com as fachadas rebocadas e pintadas de amarelo e branco, e percorridas por soco em massa pintado a branco. As fachadas viradas à via pública obedecem ao mesmo tipo compositivo, simétricas em relação a um eixo central, flanqueadas por falsas pilastras listradas com faixas verticais pintadas a branco, e rematadas por platibandas plenas.Cada uma das fachadas possui pano central saliente e dois panos laterais reentrantes. Superiormente, o pano central é rematado por platibanda escalonada com lâminas sobrepostas, sublinhada na base por friso ornamentado em relevo e decorada na parte superior por painel, com símbolo dos bombeiros na fachada E. e com lira na fachada N.. O pano central é rasgado por porta no piso térreo e por duas janelas de sacada, na fachada E., sendo na N., por uma janela de sacada, ambas protegidas por balcão em alvenaria decorado com motivos geométricos e rematado por tubo metálico de proteção. Os panos laterais são rasgados por duas janelas decoradas com molduras de massa salientes marcando as vergas e os peitoris, intercaladas por painéis decorativos em relevo de composição geométrica. As fachadas S. e O. estão adossadas, sendo parcialmente visíveis os panos mais elevados. INTERIOR não observado.

Acessos

Zambujal, no Largo António Sérgio, n.º 18

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, implantado no aglomerado rural do Zambujal, em gaveto no Largo António Sérgio, dobrando para o Largo da Cooperativa. As fachadas N. e E. enquadram estes largos a S. e a O., respetivamente. O edifício adossa-se, a S. e a O., a edifícios privados. O largo António Sérgio é o principal espaço de sociabilidade do aglomerado. Desenvolve-se a vários níveis e suporta funções de estadia, recreio e circulação rodoviária. Em frente à fachada N. do edifício, localiza-se um chafariz (v. IPA.00034923) e, no mesmo largo existe do lado E., um coreto (v. IPA.00034924).

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Segurança: quartel de bombeiros

Utilização Actual

Militar: posto da Guarda Nacional Republicana (GNR)

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Sem afetação

Época Construção

Séc. 20

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1932, 07 março - data da planta de casa para instalação da banda dos bombeiros, e respetivo material de incêndio, no lugar do Zambujal (CMLoures: Arquivo Municipal); 1988 - incluído no levantamento do património cultural construído de Loures desta data; 1994,14 julho - o edifício encontra-se incluído no levantamento do património cultural construído de Loures de 1988, anexo ao regulamento do PDM de Loures, RCM 54/94, DR , 1.ª série-B, n.º 161, publicado nessa data; 2007, abril - ocupação do edifício como posto da Guarda Nacional Republicana.

Dados Técnicos

Sistema estrutural misto (construção mista de alvenaria em paredes portantes e vigas em ferro).

Materiais

Paredes exteriores, sacadas em alvenaria de pedra, rebocadas e pintadas; caixilharias em alumínio termolacado; cobertura revestida a telha cerâmica lusa.

Bibliografia

Património Cultural Construído. Loures: Câmara Municipal de Loures, 1988.

Documentação Gráfica

CMLoures: Arquivo Municipal

Documentação Fotográfica

CMLoures: arquivo Divisão Planeamento Municipal Ordenamento do Território e Reabilitação Urbana

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

2007 - adaptação do edifício a posto da Guarda Nacional Republicana.

Observações

Autor e Data

Fernanda Ferreira, Frederico Pinto, Manuel Villaverde (CMLoures) 2013 (no âmbito da parceria IHRU / CMLoures)

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login