Reduto de Cortes

IPA.00034625
Portugal, Viana do Castelo, Monção, União das freguesias de Mazedo e Cortes
 
Arquitetura militar, seiscentista. O reduto constitui um importante testemunho de uma tipologia defensiva utilizada no período da Restauração, na região do Alto Minho, permitindo a observação e controlo de movimentos inimigos e eventuais ataques por via terrestre.
 
Registo visualizado 42 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Militar  Reduto    

Descrição

Acessos

Cortes

Protecção

Inexistente

Enquadramento

Descrição Complementar

Planta retangular com plataforma, rodeado por fosso.

Utilização Inicial

Militar: reduto

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Afectação

Época Construção

Séc. 17

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

Séc. 17 - construção do reduto durante as Guerras de Restauração, aproveitando uma estrutura preexistente, talvez tardo-medieval; o reduto passa a servir como ponto estratégico de vigia das tropas sobre a zona fronteiriça, complementando o sistema defensivo da Fortaleza de Monção (v. IPA.00002377); 2004, 12 outubro - despacho de abertura do processo de classificação do imóvel; 2009, 23 outubro - caduca o processo de classificação conforme o Artigo n.º 78 do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, n.º 206, alterado pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251 de 28 dezembro 2012, que faz caducar os procedimentos que não se encontrem em fase de consulta pública.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

Reduto de Cortes, Catarina Oliveira in IGESPAR (http://www.igespar.pt/pt/patrimonio/pesquisa/geral/patrimonioimovel/detail/4360935/), [consultado em 30-05-2013].

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Paula Noé 2013

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login