Aqueduto de Setúbal

IPA.00003449
Portugal, Setúbal, Setúbal, União das freguesias de Setúbal (São Julião, Nossa Senhora da Anunciada e Santa Maria da Graça)
 
Arquitectura civil pública de equipamento. Aqueduto sobre arcadas simples e duplas, com arca de água com três guaritas. A Arca d'água e troços existentes do aqueduto, fizeram outrora parte de um sistema de fornecimento de água à cidade de Setúbal. A condução da água era feita a partir do Campo dos Arcos por conduta subterrânea até chegar aos chafarizes da cidade.
Número IPA Antigo: PT031512030014
 
Registo visualizado 748 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Hidráulica de condução  Aqueduto    

Descrição

Arca d'água, em Alferrara, com 3 guaritas quadrangulares, com postigos gradeados; da conduta sobre arcadas na Estrada dos Arcos subsistem 2 troços em alvenaria rebocada, um com uma ordem de arcos redondos adintelados, o outro com 2 ordens de arcos também redondos, a superior alternada e de menor vão; contrafortes adossados a intervalos regulares.

Acessos

Alferrara, a 3 km. de Setúbal; R. dos Arcos, em Setúbal

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 516/71 DG, 1.ª série, n.º 274 de 22 novembro 1971

Enquadramento

Rural, na nascente e zona de captação. Urbano, envolvendo o troço da Estrada dos Arcos, rodeado por edifícios de 2 e 3 pisos. A estrutura encontra-se inserida no parque de Algodeia. Apresenta descontinuidades, uma construção anexa e alguns arcos emparedados.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Hidráulica: aqueduto

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: Municipal

Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 15

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

1487 - construção por ordem de D. João II; 1693 - construção do chafariz em frente ao edifício dos Paços do Concelho; 1775 - data da recuperação da arca de água, depois do arrombamento feito pela Câmara Municipal de Palmela; 1970 - o aqueduto é cortado obliquamente pela Estrada dos Arcos e por construções várias.

Dados Técnicos

Estrutura autoportante.

Materiais

Cantaria e alvenaria de pedra.

Bibliografia

LEAL, Pinho, Portugal Antigo e Moderno, vol. 9, Lisboa, 1882; SILVA, Carlos Tavares da, Valores municipalis a defender - o aqueduto da Estrada dos Arcos, in O Setubalense, 10 Nov. 1965.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

DGEMN: DSID

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

1992 - obras de recuperação.

Observações

1. *DOF... também conhecido pela estrada dos Arcos. 2. Parte da estrutura do aqueduto encontra-se integrada em construções a ele adossadas. Na arca d'água uma inscrição refere a recuperação da mesma, a seguir ao arrombamento feito pela Câmara de Palmela.

Autor e Data

Isabel Mendonça 1992

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login