Pelourinho de Almada

IPA.00003413
Portugal, Setúbal, Almada, União das freguesias de Caparica e Trafaria
 
Arquitectura político-administrativa e judicial, quinhentista. Pelourinho de pinha piramidal, com fuste torso de faixas lisas. Destaca-se o remate com friso cordiforme.
Número IPA Antigo: PT031503010001
 
Registo visualizado 603 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Estrutura  Judicial  Pelourinho  Jurisdição senhorial  Tipo pinha

Descrição

Fragmentos de pelourinho, em brecha da Arrábida, compostos por coluna de fuste torso, com faixas lisas e remate com friso cordiforme e remate tronco-piramidal.

Acessos

Monte de Caparica, Lugar do Outeiro do Funchal, Capuchos, Largo do Convento. WGS84 (graus decimais) lat.: 38.645517; long.: -9.222088

Protecção

Categoria: IIP - Imóvel de Interesse Público, Decreto nº 23 122, DG, 1.ª série, n.º 231 de 11 outubro 1933

Enquadramento

No interior do Convento.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Judicial: pelourinho

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Pública: estatal

Afectação

Autarquia local, Artº 3º, Dec. nº 23 122, 11 Outubro 1933

Época Construção

Séc. 16

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido.

Cronologia

1147 - doação da povoação aos ingleses por D. Afonso Henriques; 1187 - doação da povoação à Ordem de Santiago e concessão de foral por D. Sancho I; séc. 14 - D. Dinis incorpora a povoação na Coroa, dando as vilas de Almodôvar e Ourique e os castelos de Marachique e Aljezur à Ordem de Santiago; 1513, 01 Junho - concessão de foral por D. Manuel I; provável construção do pelourinho, em frente aos Paços do Concelho; a vila pertence aos Marqueses de Marialva; 1712 - é comarca de Setúbal e tem voto em Cortes, com assento no banco 6.º; tem 650 vizinhos, governados pelo Corregedor de Setúbal, com 120$000 de ordenado; tem juiz de fora, 3 vereadores, procurador do concelho, escrivão da câmara, juiz dos órfãos com o respectivo escrivão, distribuidor, contador, inquiridor e 3 tabeliães; 1868 - apeamento do pelourinho.

Dados Técnicos

Sistema estrutural autónomo.

Materiais

Estrutura em brecha da Arrábida.

Bibliografia

BONIFÁCIO, Luís, Pelourinhos de Setúbal, in A Província, 12.05.1955; COSTA, António Carvalho da (Padre), Corografia Portugueza…, vol. III, Lisboa, Officina Real Deslandesiana, 1712; FLORES, Alexandre, Almada antiga e moderna - roteiro iconográfico, Almada, 1985; MALAFAIA, E.B. de Ataíde, Pelourinhos Portugueses - tentâmen de inventário geral, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1997.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Nada a assinalar.

Observações

Autor e Data

Isabel Mendonça 1993

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login