Casa das Terçarias

IPA.00034055
Portugal, Beja, Moura, União das freguesias de Moura (Santo Agostinho e São João Baptista) e Santo Amador
 
Arquitetura residencial, quatrocentista. Casa de provável fundação quatrocentsita, de que subsistem ainda alguns vestígios, nomeadamente a porta ogival e um cunhal em cantaria no piso térreo. Segundo a tradição local, aqui residiu a pequena corte dos jovens infantes durante o período em que permaneceram na vila de Moura em regime de terçaria, ao cuidado da Infanta D. Beatriz de Viseu.
Número IPA Antigo: PT040210070113
 
Registo visualizado 206 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Edifício e estrutura  Edifício  Residencial unifamiliar  Casa    

Descrição

Acessos

Rua Associação S. M. Santana e Costa, n.º 20 - 24; Travessa dos Alberdeiros

Protecção

Categoria: MIP - Monumento de Interesse Público / ZEP, Portaria n.º 203/2013, DR, 2.ª série, n.º 71 de 11 abril 2013

Enquadramento

Urbano, adossado, constituindo gaveto, em pleno centro histórico.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Propriedade

Afectação

Época Construção

Séc. 15

Arquitecto / Construtor / Autor

Cronologia

1479, 04 setembro - na sequência das lutas peninsulares, com as pretensões de D. Afonso V ao trono de Castela, são firmados em Alcáçovas o Tratado das Terçarias *1 de Moura, relativo à sucessão dinástica (prevendo o casamento do príncipe D. Afonso, primogénito de D. João II, com a infanta castelhana D. Isabel, filha dos Reis Católicos - o qual se esperava viesse a unificar as duas coroas peninsulares), e o Tratado das Alcáçovas; 1483, 24 maio - terminam as Terçarias de Moura; 2005, 03 março - Requerimento de classificação pela CM de Moura; 2005, 27 maio - Proposta de abertura do processo de classificação pelo IPPAR/DRÉvora; 2006, 07 março - Despacho de abertura do processo de classificação pela Vice-Presidente do IPPAR; 2009, 01 setembro - proposta de classificação como de IP e de ZEP pela DRCAlentejo; 2011, 23 novembro - Parecer do Conselho Nacional de Cultura a propor a classificação como MIP e favorável à ZEP pelo Conselho Nacional de Cultura; 2012, 19 novembro - Anúncio n.º 13717/2012 publicado no DR, 2.ª série, n.º 223, de projeto de decisão de classificação como MIP e fixação de ZEP.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

Tratado das Terçarias de Moura. in Infopédia (em linha), Porto, Porto Editora, 2003-2012 (consultado a 21 novembro 2012) -http://www.infopedia.pt/$tratado-das-tercarias-de-moura.

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO. *1 - O termo terçaria significa caução, depósito em poder de terceiro.

Autor e Data

Rosário Gordalina 2012

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login