Necrópole da Atalaia / Conjunto funerário da Atalaia

IPA.00034044
Portugal, Beja, Ourique, Ourique
 
Necrópole integrada na denominada Idade do Bronze do Sudoeste; apresenta uma estrutura complexa, polinucleada, formada por várias sepulturas e fossas de inumação individual, perfazendo, até à data, um total de 99 túmulos e 147 sepulturas; de planta circular ou semicircular, organizadas em torno de anel central, as estruturas compõem-se de fossa ou cista em xisto encaixada no subsolo com tampa formada por uma laje horizontal e mamoa circular de pedra. A estrutura tumular é idêntica à da necrópole de Alcaria, localizada a escassos kilómetros (PARREIRA, 20). Considerada como "a mais espectacular necrópole da Idade do bronze até ao momento escavada no sul do país." (CORREIA e PARREIRA, 2002).
Número IPA Antigo: PT040212030060
 
Registo visualizado 195 vezes desde 27 Julho de 2011
 
   
   

Registo

 
Conjunto arquitetónico  Estrutura  Funerário  Necrópole    

Descrição

Conjunto constituído por 99 túmulos e 147 enterramentos organizados ao redor de anel central. Túmulos predominantemente de planta circular ou semicircular, constituídos por lajes sobrepostas na horizontal e contendo normalmente uma única sepultura (fossas quadrangulares ou retangulares rasgadas no afloramento rochoso e recobertas por laje); alguns túmulos contêm 2 sepulturas rodeadas por coroa pétrea; predominam as cistas enterradas no solo, base com quatro esteios e sepulcros situados na superfície.

Acessos

IC!, Aldeia de Palheiros. Nos lugares de Ataboeira, Atalaia e Monte Queimado.

Protecção

Categoria: MN - Monumento Nacional, Decreto n.º 24/2013, DR, 1.ª série, n.º 142, de 25 julho 2013

Enquadramento

Rural, isolado, nos lugares de Ataboeira, Atalaia e Monte Queimado.

Descrição Complementar

Utilização Inicial

Funerária: necrópole

Utilização Actual

Cultural e recreativa: marco histórico-cultural

Propriedade

Afectação

Época Construção

Idade do Bronze

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Idade do Bronze - assentamento da necrópole; 1960, início da década de - escavações arqueológicas conduzidas por Abel e Viana e Hermanfrid Schubart; 1995, 17 novembro - Proposta de abertura do procedimento de classificação pelo IPPAR/DRÉvora; 1995, 11 dezembro - Despacho de abertura pelo Vice-Presidente do IPPAR; 2010, 30 dezembro - Procedimento de classificação prorrogado até 31 de dezembro de 2011 pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252; 2011, 10 janeiro - Proposta da DRCAlentejo para a classificação como MN e de ZEP; 2011, 24 fevereiro - processo de classificação devolvido à DRCAlentejo para aplicação do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, N.º 206 de 23-10-2009; 2011, 27 abril - Nova proposta de classificação pela DRCAlentejo; 2011, 26 outubro - Parecer da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a classificação como SIN (com a designação de MN) e favorável à ZEP; Despacho do Diretor do IGESPAR de devolução do processo à DRCAlentejo para aplicação do artigo 54.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, n.º 206 de 23-10-2009; 2011, 05 dezembro - procedimento de classificação prorrogado até 31 de dezembro de 2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232; 2012, 13 setembro - Nova proposta de classificação e de ZEP pela DRCAlentejo; 2012, 22 outubro - Parecer favorável à classificação e à ZEP pela SPAA do Conselho Nacional de Cultura; 2012, 14 novembro - Anúncio n.º 13693/2012 publicado no DR, 2.ª série, n.º 220, de projeto de decisão de classificação como SIN - Sítio de Interesse Nacional.

Dados Técnicos

Materiais

Bibliografia

CORREIA, Virgílio Hipólito e PARREIRA, Rui e Cola. Circuito arqueológico, Lisboa, 2002; JORGE, Vítor de Oliveira, “Complexificação das sociedades e sua inserção numa vasta rede de intercâmbios", Nova História de Portugal, Lisboa, 1990; PARREIRA, Rui, As arquitecturas como factor de construção da paisagem na Idade do Bronze do Alentejo interior. Existe uma Idade do Bronze Atlântico?, Lisboa, 1999; SILVA, Armando Coelho Ferreira da, "A Primeira Idade do Ferro", Nova História de Portugal, Lisboa, 1990; SOARES, António Manuel Monge, "Os povoados do Bronze Final do Sudoeste na margem esquerda portuguesa do Guadiana: novos dados sobre a cerâmica de ornatos brunidos", Revista Portuguesa de Arqueologia, Lisboa, 2005; RAPOSO, Jorge, "300 Sítios arqueológicos visitáveis em Portugal", Al-madan, Almada, 2001; VIANA, Abel, Necrópole pré-histórica da Atalaia: aldeia dos Palheiros-Ourique, Coimbra, Universidade de Coimbra, 1959; http://www.igespar.pt/pt/patrimonio/pesquisa/geral/patrimonioimovel/detail/9397371 (consulta 20 novembro 2012).

Documentação Gráfica

Documentação Fotográfica

Documentação Administrativa

Intervenção Realizada

Observações

EM ESTUDO

Autor e Data

Rosário Gordalina 2012

Actualização

 
 
 
Termos e Condições de Utilização dos Conteúdos SIPA
 
 
Registo| Login